Produtividade e motivação de profissionais de tecnologia não foram afetadas pelo teletrabalho

Segundo um inquérito, o teletrabalho não afetou nem os níveis de produtividade, nem de motivação dos profissionais que trabalham em tecnologia

Produtividade e motivação de profissionais de tecnologia não foram afetadas pelo teletrabalho

O teletrabalho não alterou a produtividade e há vontade dos colaboradores para continuar neste formato. Esta é uma das conclusões de um inquérito aos colaboradores da Xpand IT.

A maioria dos colaboradores assinalou que a cultura da empresa estava focada em trabalho remoto e flexível, permitindo que as suas funções pudessem ser cumpridas na íntegra neste formato. Além disso, os inquiridos consideram-se também preparados para continuar a trabalhar remotamente (4,4 – numa escala de um a cinco).
 
Embora o inquérito identifique como menos positivo a ausência, o convívio próximo e pessoal com os colegas de trabalho no escritório, o trabalho remoto trouxe também benefícios e conquistas (mais de 90 pessoas admitem ter mais tempo para a família).

Desde março de 2020 que as nossas vidas mudaram, a vários níveis. Na Xpand IT, o teletrabalho não era uma novidade, mas procurámos ouvir os nossos colaboradores e perceber o verdadeiro impacto destas contingências não só na sua performance profissional, mas também a nível pessoal. É, por isso, com satisfação que vemos que a adaptação ao trabalho remoto foi, de facto, rápida e fluida e que a motivação dos nossos Xpanders não foi afetada”, afirma Rui Maia, Senior Partner e CHRO da Xpand IT. 

Desde o início da pandemia, a Xpand IT colocou em prática várias medidas para contribuir para uma rápida adaptação ao teletrabalho, entre os quais se inclui plano de saúde física e mental; sessões de “home gym”, com sessões de exercício físico em formato remoto, em parceria com Personal Trainers; possibilidade de participação num conjunto de sessões de psicoterapia com acompanhamento especializado; realização de eventos digitais, como o All Hands/Kick-off, de forma mais regular. Adicionalmente, todos os colaboradores receberam também um vale “Home Office” no valor de 250,00€ para comparticipar a aquisição de equipamentos para os escritórios nas suas casas.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 30 março 2021

IT INSIGHT Nº 30 março 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.