Maioria das empresas considera a sua jornada para a cloud incompleta

Nos últimos anos houve um grande investimento na cloud, com 86% das empresas inquiridas num novo estudo a afirmarem terem aumentado o alcance e volume das suas iniciativas na cloud

Maioria das empresas considera a sua jornada para a cloud incompleta

Alavancar todo o valor da cloud continua a ser uma prioridade urgente para as empresas. São as mais avançadas nas jornadas cloud que alcançam melhores resultados e a grande maioria tem ambientes híbridos e recorre a vários fornecedores de cloud pública.

No relatório “The race to cloud: Reaching the inflection point to long sought value”, a Accenture assinala que a cloud é fundamental para atingir objetivos estratégicos de negócio, uma vez que 86% das empresas dizem ter aumentado o alcance e o volume das suas iniciativas na cloud a partir de 2020. Além disso, a grande maioria dos utilizadores têm agora ambientes híbridos em cloud (pública e privada) – e uma grande percentagem utiliza vários fornecedores de cloud pública (multicloud).

As empresas correram para a cloud e viram lá um claro valor, mas podem estar a encontrar terrenos mais difíceis do que esperavam. Extrair todo o valor potencial da cloud requer uma mudança de mentalidade – um foco na cloud como uma jornada contínua e em constante evolução, não um destino”, disse Karthik Narain, líder global do Accenture Cloud First. 

É um compromisso com a reinvenção contínua: aprender novas competências, abraçar novas tecnologias, com estratégias em cloud que agilizam as operações, aceleram o crescimento e abrem novos modelos de negócio”, completa.

Apesar dos investimentos nas migrações cloud terem aumentado, as organizações devem mudar o seu foco para alcançar melhores resultados, explica uma nova investigação da Accenture. Os grandes adotantes conseguem alcançar melhores resultados com mais frequência (47%) do que os médio adotantes (36%) e os baixos (21%). Mais, quase metade (45%) das empresas que alcançam plenamente os seus resultados estão a utilizar em grande medida serviços geridos. 

As empresas estão a investir cada vez mais na cloud, mas quase sete em cada dez (68%) ainda considera as suas jornadas incompletas. Após moverem uma aplicação de um host on-premises para um serviço em cloud, as empresas estão agora a migrar sistemas mais complexos e críticos de negócios, mas ainda não perceberam o valor total dos seus investimentos.

As orgnanizações que consideram as suas jornadas na cloud completas (32%) estão a colocar-se em risco num ambiente de mercado dinâmico, explica a Accenture. Para desbloquear mais valor da cloud, as empresas devem mover sistemas mais complexos e críticos do negócio.

Sobre as principais barreiras à obtenção de valor dos investimentos na cloud, 41% dos inquiridos citaram “riscos de segurança e compliance” e “complexidade das mudanças de negócio e operacionais”. Segue-se a “modernização da aplicação legacy”, com 39% dos inquiridos e enumerarem-no  nas três principais barreiras. 

O desafio que temos pela frente será como as empresas podem construir um núcleo digital forte. A oportunidade será de como podemos ajudar os nossos clientes a usar a cloud como seu sistema operativo para reunir dados, inteligência artificial e aplicações, e otimizar as suas operações e acelerar o crescimento”, concluiu a líder global do Accenture Cloud First.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.