Integração e silos de dados são obstáculos para a implementação de IA

Estudo revela que a inteligência artificial aumenta a produtividade para 85% dos líderes de IT, mas que estes encontram obstáculos na sua implementação

Integração e silos de dados são obstáculos para a implementação de IA

A Salesforce apresentou o mais recente “Connectivity Benchmark Report” da Mulesoft, demonstrando que 85% dos líderes de IT esperam que a Inteligência Artificial (IA) aumente a produtividade dos programadores nos próximos três anos – um alívio bem-vindo após os pedidos de tarefas terem registado um aumento de 39% no ano passado.

O estudo anual da Mulesoft é elaborado com base num inquérito a 1.050 CIO e líderes de IT em diversos países do mundo. O objetivo passa por compreender os desafios que as empresas podem esperar no futuro, e como poderão utilizar a integração, automação e API para a construção de estratégias de IA com sucesso. Se o futuro parece trazer maior produtividade, o relatório demonstra que também há desafios a enfrentar, com 62% dos inquiridos a afirmar que as suas empresas ainda não estão preparadas para a harmonização de sistemas de dados, para que consigam tirar maior partido da IA, algo que as impede na transição e na expansão das capacidades das suas equipas.

As conclusões do relatório identificam ainda que 98% das empresas de IT reportam, nos dias de hoje, desafios nos seus esforços de transformação digital, com 80% a citar os silos de dados como a principal preocupação e 72% a apontarem para a interdependência de sistemas.

A força da IA está dependente da forma como as empresas conectam os seus dados, e das informações que conseguem retirar desses mesmos dados”, explica, em comunicado, Param Kahlon, Executive Vice-President e General Manager de Automação e Integração da Salesforce. “Estes são, fundamentalmente, desafios de integração e de automação, e o relatório demonstra que os líderes de TI estão cada vez mais despertos das suas competências para operacionalizarem a IA, assim como da sua dependência em integração com sistemas existentes, para a criação de novas oportunidades de crescimento”.

As estratégias de IA estão fortemente dependentes de dados concretos e de estratégias de integração, para retirar benefícios da melhoria da eficiência operacional, da produtividade e das experiências dos colaboradores e dos clientes finais. Os líderes de IT esperam um aumentam de 69% na média de LLM que serão utilizados nos próximos três anos, com 80% das empresas a reportarem que já utilizam diferentes modelos de IA generativa e preditiva nos dias de hoje.

Embora a IA leve a aumentos de eficiência e de produtividade, está dependente da integração dos dados. No entanto, apenas uma média estimada de 28% das apps estão conectadas e mais de 90% dos líderes de IT reportam que questões de integração estão a impedir a adoção da IA. 64% dos líderes de IT estão preocupados com o uso e adotação éticos da IA.

Silos de dados são as principais barreiras ao progresso e valor dos negócios, com 81% dos inquiridos a reportarem-no como um entrave aos esforços de transformação digital. Como resultados, há uma necessidade crescente de melhor integração para a unificação de todos os dados estruturados e desestruturados, para acionar IA de confiança e relevante em todas as funções de negócio.

72% dos profissionais inquiridos afirmam que as suas infraestruturas atuais estão demasiado interdependentes, com 62% a reportarem que as suas empresas não estão equipadas para harmonizarem os seus sistemas de dados para alavancarem as tecnologias de IA. 75% das empresas dizem que estão com dificuldades em integrar insights de dados nas suas experiências de utilizador. Apenas 26% das empresas acredita que fornece uma experiência de utilizador totalmente conectada entre todos os canais.

As equipas de IT são normalmente responsáveis pela adoção de automação, mas mantêm-se cautelosas em permitir que a empresa seja autónoma na sua utilização – apenas 22% dos líderes de IT reportam que as suas estratégias para ajudar os utilizadores não-técnicos a integrarem apps e fontes de dados via API está atualizada. Em simultâneo, a falta de competências entre as equipas, a lacuna de competências entre as equipas de TI é um desafio. Reduzir essa lacuna através de colaborações e formações de upskilling estratégicas é essencial para as empresas, para que possam utilizar melhor a automação para a inovação e eficiência.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 48 Março 2024

IT INSIGHT Nº 48 Março 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.