Gastos mundiais com serviços de cloud pública devem chegar a 1,35 biliões de dólares em 2027

A IDC prevê que os gastos com serviços de cloud pública podem chegar a 1,35 bilião de dólares em 2027, com um crescimento do mercado de 19,9% em cinco anos

Gastos mundiais com serviços de cloud pública devem chegar a 1,35 biliões de dólares em 2027

De acordo com a última atualização do Worldwide Software and Public Cloud Services Spending Guide, as previsões da International Data Corporation (IDC) projetam que os gastos com serviços de cloud pública atinjam 1,35 bilião de dólares a nível mundial em 2027, com uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) do mercado de 19,9% no período de previsão (2023-2027). No entanto, espera-se que o crescimento anual dos gastos desacelere ligeiramente nestes cinco anos.

“A cloud agora domina os gastos com tecnologia em infraestrutura, plataformas e aplicações”, afirma Eileen Smith, vice-presidente do programa de Dados e Análise da IDC. “A maioria das organizações adotou a cloud pública como uma plataforma económica para hospedar aplicações empresariais e para desenvolver e implantar soluções voltadas para o cliente”.

Dos 28 setores analisados em 53 países, os três maiores em 2027 – Banca, Software e Serviços de Informação e Telecomunicações – podem representar um total de 326 mil milhões de dólares em gastos com serviços de cloud pública. Seguem-se o Retalho e os Serviços Profissionais e Pessoais, totalizando quase 36%. Os setores com o crescimento mais acelerado de gastos até 2027 são Software e Serviços de Informação (24,0% CAGR), Mercado de Capitais (21,9% CAGR) e Telecomunicações (21,8% CAGR). 

Segundo a IDC, as aplicações de Software como Serviço (SaaS) serão a maior categoria de computação em cloud, com cerca de 40% dos gastos totais em cloud pública. No entanto, terão o crescimento de gastos mais lento durante o período de previsão (15,8% CAGR). Destacam-se como as áreas principais a gestão de recursos empresariais (ERM) e a gestão de relação com o cliente (CRM).

Relativamente aos gastos com cloud pública, a Infraestrutura como Serviço (IaaS) ficará em segundo lugar, seguida pela Plataforma como Serviço (PaaS). No entanto, os gastos com PaaS irão registar o crescimento mais rápido, com um CAGR de 27,2%, liderando com as compras de software de gestão de dados, de plataformas de aplicações e de software de análise e inteligência de negócios. Seguem-se os gastos com IaaS, estimando-se que crescerão em 23,5%, sendo compostos por dispositivos de computação, armazenamento e rede. Por sua vez, o Software de Infraestrutura de Sistema (SIS) registará os menores gastos em cloud pública, representando cerca de 15% do mercado geral. 

A IDC estima que os Estados Unidos irão gastar 697 mil milhões de dólares em 2027 em cloud pública, sendo o maior mercado geográfico destes serviços. A Europa Ocidental será o segundo maior mercado nesse ano, com 273 mil milhões de dólares, seguida pela China com investimentos de 117 mil milhões de dólares. O crescimento mais rápido dos gastos em cinco anos será na América Latina (29,1% CAGR) e na China (26,9% CAGR).

“Olhando para o futuro, o modelo de nuvem permanece incrivelmente bem posicionado para atender às necessidades dos clientes em termos de inovação no desenvolvimento e implantação de aplicações, incluindo enquanto dados, inteligência artificial/machine learning (IA/ML) e necessidades de ponta continuam a definir a vanguarda da inovação”, acrescenta Smith.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.