EUA apertam cerco a empresas chinesas

Governo de Joe Biden assinou uma nova legislação que impede a Huawei e a ZTE de receber novas licenças de equipamentos dos reguladores norte-americanos

EUA apertam cerco a empresas chinesas

O presidente norte-americano Joe Biden assinou na última semana uma nova legislação que previne que empresas como a Huawei e a ZTE obtenham licenças por parte dos reguladores dos Estados Unidos.

O Secure Equipment Act é a mais recente tentativa do governo norte-americano para impedir que empresas de tecnologia e de telecomunicações chinesas – que são vistas como uma ameaça a segurança dos Estados Unidos – façam negócio no território norte-americano. De acordo com a Reuters, esta lei tinha sido aprovada de forma unanime pelo senado dos Estados Unidos no final de outubro.

A nova lei exige que a Federal Communications Commission (FCC) não analise ou aprove qualquer pedido de autorização para equipamento que represente um risco inaceitável para a segurança nacional do país. O comissário da FCC, Brendan Carr, disse que a comissão aprovou mais de três mil pedidos da Huawei desde 2018. A lei vai “ajudar a garantir que equipamentos inseguros de empresas como Huawei e ZTE não possam mais ser inseridos nas redes de comunicações da América”, explicou Carr.

Em março, a FCC designou que a Huawei, a ZTE, a Hytera Communications, a Hikvision Digital Technology e a Zheijang Dahua Technology – tudo empresas chinesas – são uma ameaça à segurança dos Estados Unidos.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 34 Novembro 2021

IT INSIGHT Nº 34 Novembro 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.