Branded Content

Cloud nacional: uma confiança no serviço de qualidade

“Escolher ou não escolher Cloud?” Esta é atualmente uma decisão e escolha inevitável, se queremos que a nossa empresa tenha elevada agilidade e esteja apta a crescer rapidamente, tendo em conta que só a Cloud tem recursos “ilimitados” para garantir os desafios inerentes de temáticas como IoT (Internet of Things), Big Data, Inteligência Artificial, entre outros

Cloud nacional: uma confiança no serviço de qualidade

A segunda pergunta que se coloca é “Mas onde estão os meus dados?”. A resposta a esta questão deve ter em conta a criticidade da informação para a empresa, em particular entender quais os dados que têm uma índole de atividade essencial ao negócio. Isto é, a localização pode ser (e é) importante para a própria estratégia da empresa, mesmo que assumamos que em “qualquer provider Cloud de referência” haja a garantia de total integridade e segurança de informação, devemos ter consciência que há mais do que isso.

Uma terceira questão é “Qual a velocidade de acesso à minha Cloud?”. É aqui que começa uma das grandes diferenças, tendo em conta que a maioria dos providers Cloud não é operador de telecomunicações. Esta é uma questão crucial, pois em ambientes críticos da atividade empresarial, o assegurar a total integridade e latências mínimas do serviço Cloud não está disponível para todos. Aliás, em Portugal, isto está ao alcance de muito poucos. São poucos os que podem garantir que uma fábrica no centro do país, que funciona 24x7, possa ter todo o seu ambiente tecnológico de servidores e aplicações no Porto, ou em Viseu ou em Lisboa, como se estivessem “ali” ao lado, onde sempre estiveram. São poucos os que conseguem garantir que um colaborador da organização continue a pensar que os sistemas estão num dos pisos do edifício sede, quando na realidade estão totalmente no Porto, isto já após seis meses da migração para o serviço na Cloud nacional.

Uma quarta pergunta é “Não tenho custos adicionais para além do valor do serviço que precisava?”. Uma vez mais, o desafio da avaliação é perceber se por acaso não poderão existir custos adicionais relacionados com transmissão e movimentação de dados, pois uma vez mais são poucos os providers Cloud que são operadores de telecomunicações com infraestrutura própria. Há aqui um grande desconhecimento e uma dos principais surpresas nos custos, após a migração para a Cloud.

A quinta e última pergunta é “Se eu tiver um problema, falo com quem?” Quem trabalha com as grandes multinacionais tecnológicas, algumas das quais são providers de serviços Cloud, reconhece a sua enorme mais valia de inovação tecnológica que quando tudo está bem, tudo funciona na perfeição! Mas... o desafio está no “mas”. Isto porque, quando há alguma quebra de serviço (sim, todos têm de quando em vez os seus desafios) ou estamos perante um problema técnico interno que está a “parar toda a empresa”, procuramos de imediato entrar em contacto com o suporte internacional. Aqui, à semelhança do que diz o ditado “longe da vista, longe do coração”, entende-se que a distância conta. Não ter ninguém próximo com quem debater e trabalhar, naquele momento, não daqui a dois dias, que muda em turnos para outro técnico de outro país, através do serviço de suporte “Follow the Sun”, traz-nos um nível de stress elevadíssimo e com consequências práticas diretas na empresa.

Posto isto, a escolha por uma Cloud deve ter em conta não só a quantidade de funcionalidades, mas também a identificação e consciencialização dos requisitos não funcionais: onde está, o que está e a que velocidade consigo aceder, são essenciais. Um facto é certo: há soluções de Cloud Nacional de qualidade comprovada que podem responder total ou parcialmente aos desafios das empresas, porque “O que é Nacional é Bom” e temos de ter orgulho no que é bom e português!

 

Branded Content co-produzido pela MediaNext para a IP Telecom

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.