Os casos mais comuns de uso da IA em RH e recrutamento

A Gartner identificou os três casos mais comuns de uso de Inteligência Artificial no contexto empresarial do recrutamento e recursos humanos

Os casos mais comuns de uso da IA em RH e recrutamento

Na última pesquisa da Gartner relativa ao uso da Inteligência Artificial (IA) nas empresas, conclui-se que cada vez mais os líderes de recursos humanos e recrutamento das empresas estão a usar aplicações de IA para aumentar a eficiência e melhorar a experiência dos funcionários.

Os três principais usos da IA neste contexto são, segundo a Gartner, a aquisição de talento, VoE analytics e os assistentes virtuais de recursos humanos.

Helen Poitevin, vice-presidente do departamento de investigação da Gartner, refere que “a nossa última pesquisa concluiu que 23% das organizações que já estavam a usar IA estavam a fazê-lo nos domínios dos RH e recrutamento”.

O uso da tecnologia para aquisição de talento é normalmente visto negativamente pelos media, focando-se na eventual discriminação que pode causar e no facto de não haver 'mão humana' para controlar essa questão.

Helen Poitevin afirma que este não é um problema, visto que a IA é utilizada num contexto de complementaridade às funções tradicionais de um recrutador, e o preconceito é tido em conta no processo.

A análise da voz dos funcionários (VoE analytics) é a segunda área mais popular para uso da IA. Poitevin dá o exemplo da “análise de comentários partilhados pelos funcionários em questionários” que pode permitir que “uma organização descubra que um grupo de trabalhadores está descontente com o seu uniforme, algo que pode ser diretamente resolvido e poupar à empresa atritos desnecessários”.

Os líderes de RH estão igualmente interessados em detetar, analisar e reportar sentimentos e atitudes dos funcionários em outros canais de comunicação, como por exemplo nas redes sociais.

Os assistentes virtuais, terceiro uso mais comum da IA no contexto dos RH e recrutamento, estão numa fase inicial de adoção. Nas organizações de hoje, o seu uso está normalmente restrito a chatbots em contact centers ou help-desk, e as empresas reconhecem a sua eficiência.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.