Chrome OS começará a correr apps Android

O Chromebook está prestes a tornar-se mais útil para as empresas - estes dispositivos vão passar a ter acesso a um vasto catálogo de aplicações Android

Chrome OS começará a correr apps Android

O mercado empresarial rejeitou em larga medida os Chromebooks porque existiam limitações nas aplicações disponíveis. Na passada semana a Google deu um grande passo para a compatibilização dos seus dois sistemas operativos: Android e Chrome. A empresa não vai fundir as plataformas, mas as diferenças entre Chrome e Android vão efetivamente começar a desaparecer.

O Chromebook vai ficar mais poderoso e mais útil para as empresas com o acesso destes dispositivos a um vasto catálogo de aplicações Android.

Um trio de Chromebooks, o Asus Chromebook Flip e os Acer Chromebook R11 e Pixel, receberão atualizações já no próximo mês, que lhes vão permitir correr aplicações Android.

De acordo com a Google, outras marcas vão receber os novo Chrome durante o corrente ano.
Os administradores de TI serão capazes de gerir aplicações Android a partir da consola de administração do Chrome, de acordo com Rajen Sheth, senior director of product management for Android and Chrome for Work.

Além das mais de 200 políticas que já estão disponíveis na consola de administração, a Google está a adicionar novas políticas para permitir a CIOs e profissionais de TI gerir as apps Android, afirmou Sheth durante o Google I/O developer conference.

A consola também permite que as empresas possam disponibilizar as apps de acordo com cada utilizador empresarial.

Apps Android ganham acesso total ao Chrome As aplicações Android no Chrome OS serão executadas a partir de um “container” Linux , razão por que não vai interferir nas aplicações que já existam nos Chromebooks. Depois das aplicações serem instaladas nos Chromebooks, ganham acesso a todo o sistema de ficheiros do Chrome OS, bem como caraterísticas fundamentais, tais como Wi-Fi, Bluetooth, notificações, suporte offline e touch input, quando disponível.

A Google Play, a maior loja de aplicações do mundo, também estará disponível em Chromebooks pela primeira vez. Os utilizadores do Chromebook atualmente só têm acesso as aplicações da Google ou aplicações baseadas na Web que estão disponíveis na Chrome Web Store.

Cerca de dois milhões de empresas usam o Google Apps for Work, mas de acordo com Sheth algumas empresas querem aumentar essas opções com aplicações como o Skype ou o Microsoft Word. Assim, por exemplo, se o Google Hangout não é o indicado para uma determinada empresa, o Skype para Android, Slack ou qualquer outro aplicativo de mensagens Android em breve será capaz de preencher essa necessidade.

Algumas equipas podem também preferir as apps Android em deterimento das aplicações Web por causa de seus recursos mobile-centric, incluindo notificações push e regras do-not-disturb.
"Google tem se esforçado imenso nos últimos tempos para fazer o Chromebooks mais atraente para o mercado empresarial, mas a compatibilidade das apps tem sido um problema gritante", afirmou  Sheth. "A Google está confiante que as apps Android no Chromebooks é uma revolução para as empresas que desejam usar as aplicações específicas a que já estão habituadas no Android".

 

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 32 Julho 2021

IT INSIGHT Nº 32 Julho 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.