Branded Content

A mobilidade no mundo do IT

Nos dias que correm, cada vez mais a mobilidade é uma preocupação constante para as organizações. Por esse mesmo motivo, no Grupo Informantem, existe um foco muito grande com os desafios que têm vindo a surgir, razão pela qual aquando da Pandemia, já existia na nossa oferta um variado leque de soluções à medida das necessidades de cada cliente.

A mobilidade no mundo do IT

Todas essas soluções foram desenvolvidas com base numa análise de mercado que nos permitiu construir as ofertas mais indicadas e que melhor se ajustavam às necessidades e requisitos de cada cliente, sempre de forma a garantir uma melhor experiência de utilização.

A mobilidade no Mundo do IT apresenta vários desafios para os quais o Grupo Informantem oferece as mais diversas soluções nas variadas vertentes; seja como a entrega de aplicações, garantir o ambiente de trabalho, ferramentas de colaboração que permitem a interação entre os utilizadores, comunicações seguras e geridas, gestão de dispositivos e a sempre indispensável assistência remota.

Durante a nossa análise foram identificados alguns desafios, como a necessidade do utilizador poder trabalhar em vários dispositivos mantendo sempre o seu ambiente de trabalho, mas também como a necessidade do utilizador trabalhar com um único dispositivo em vários locais.

Por isso, quando existe uma necessidade do utilizador aceder a vários dispositivos sempre com o seu ambiente de trabalho, no grupo Informantem há soluções que poderão passar pela escolha de VDI ou pela Virtualização de Aplicações para que, desta forma, possamos garantir que o utilizador tenha acesso ao seu ambiente de trabalho e aos seus dados e aplicações, independentemente do sistema operativo ou do dispositivo de onde possa estar a aceder.

Em outras situações em que o utilizador apenas tem um único dispositivo, mas que é imperativo garantir o mesmo nível de segurança em distintas localizações, temos variadas soluções; desde as que permitem fazer a gestão do dispositivo – garantindo o acesso às aplicações ou aos dados consoante as políticas definidas por cada organização –, ou mesmo soluções que permitem transformar a sua rede doméstica numa “extensão” da rede da organização. De forma exemplificativa, numa solução de gestão de dispositivos, um utilizador pode ter no seu telemóvel a aplicação da câmara fotográfica pessoal onde guarda as suas fotos localmente, e uma outra aplicação da câmara fotográfica da organização, onde todas as fotografias são automaticamente guardadas num local definido pela política implementada pela organização.

No caso da transformação da rede doméstica, falamos da possibilidade de garantir de uma forma simplificada e com uma intervenção mínima do utilizador, a criação de uma “extensão” da rede da organização, onde desta forma o utilizador poderá conetar-se diretamente à rede da organização com os seus dispositivos (PC, impressora, telefone, etc.) e assim, para além de separar a rede doméstica da empresarial, possibilita à organização gerir de forma centralizada as suas diversas “extensões” da rede.

Apesar de ser um desafio constante no conceito de mobilidade, durante a pandemia, no grupo Informantem, tivemos a especial preocupação em garantir que as organizações disponibilizavam aos seus utilizadores ferramentas de colaboração e de assistência remota, para que desta forma pudessem manter a sua comunicação diária, bem como a partilha de informação, mantendo também o suporte necessário – com ferramentas de assistência remota – para garantir as suas rotinas diárias.

Contudo, ao falarmos do tema mobilidade, em que na grande maioria nos referimos em primeiro lugar aos utilizadores e dispositivos, não podemos descurar algo muito importante e que permite o funcionamento de todas estas soluções: as comunicações.

Nos últimos anos, com a crescente necessidade de mobilidade, temos assistido a uma rápida evolução das redes, não só com o aparecimento do 5G, que permite velocidades de comunicação superiores e ligações mais fiáveis, mesmo quando estão diversas pessoas juntas a utilizar a rede perto da mesma antena, ou ainda quando estão em movimento, mas também com o aparecimento do Wi-Fi 6.

O Wi-Fi 6, em relação ao seu antecessor, permite ligações com velocidades quatro vezes mais rápidas, uma maior resiliência garantido uma redução na possível interferência de outras redes Wi-fi, um menor consumo de energia devido à funcionalidade Target Wake Time (TWT) em que os dispositivos podem definir os períodos de comunicação, ficando a rede em modo standby, tendo assim um consumo reduzido no período de espera e um aumento de segurança com a introdução do protocolo WPA3.

Em suma, toda a evolução que temos vindo a assistir no mundo do IT, permite que os utilizadores trabalhem a partir de qualquer dispositivo em qualquer lugar.

Se por um lado podemos verificar uma redução de custos para as organizações, por outro lado, a liberdade dos utilizadores trabalharem em qualquer lugar produz um aumento de criatividade e motivação, o que resulta num aumento de produtividade, bem como a motivação e envolvimento com a empresa. 

Keep IT Simple

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Informantem

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 27 Outubro 2020

IT INSIGHT Nº 27 Outubro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

+ NOTÍCIAS

A "nova" mobilidade, no "novo normal"

A mobilidade no mundo do IT

Tecnologia móvel e "wearable"

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.