Indústria 4.0 impulsiona procura por perfis de engenharia

Michael Page observou um crescimento de 37% na procura de perfis de engenharia em 2022 na região Norte de Portugal, impulsionado pela Indústria 4.0

Indústria 4.0 impulsiona procura por perfis de engenharia

A Michael Page observou um crescimento de 37% na procura dos perfis de engenharia em 2022 na zona Norte, relativamente ao período homólogo do ano passado.

Este crescimento reflete a evolução dos centros de engenharia situados na região Norte do país, os quais têm contribuído para o dinamismo do recrutamento no setor, caracterizado pela constante inovação e reinvenção. A disputa de talento tem impulsionado o mercado de emprego, observando-se, este ano, um aumento médio de 15% no valor salarial.

Luís Mouta Dias, Manager, Engineering & Manufacturing da Michael Page Porto, explica, em comunicado, que “o aumento exponencial de centros de engenharia e I&D no norte de Portugal tem sido um dos fatores mais impactantes no recrutamento global dos perfis de engenharia na região, criando em algumas áreas técnicas uma autêntica inversão na curva deste mercado, onde a procura de talento supera já a oferta de profissionais disponíveis. Quando olhamos para os projetos de recrutamento em Engenharia na Michael Page Porto no último ano, 39% estão já enquadrados nestes centros tecnológicos”.

Luís Mouta Dias refere, ainda, que se destacam “áreas como a automação industrial, impulsionada pela indústria 4.0, que criam uma pressão evidente na procura destes profissionais. O mercado cada vez mais global onde as nossas empresas atuam explica as transformações nos seus processos produtivos, cuja automatização crescente também influencia decisivamente o mercado de recrutamento”.

Relativamente às funções mais procuradas em 2022, destacam-se os perfis de engenharia de processo, projeto e desenvolvimento de produto, acompanhando a evolução do mercado e da crescente importância das áreas core de engenharia e processo.

A crescente automatização e otimização de processos produtivos têm resultado numa maior procura de profissionais de engenharia, com destaque para os perfis de eletrotecnia, automação e robótica, particularmente na vertente de desenvolvimento e programação de software/hardware. Além disso, com a concretização de vários projetos industriais adiados pelo período pandémico, assiste-se atualmente a uma enorme procura de perfis especializados em gestão de projetos.

A crescente procura de profissionais, tem impulsionado o mercado em termos salariais. Em 2022, a Michael Page observou um aumento médio de 15% no valor salarial praticado para a mesma posição de engenharia face a períodos anteriores no norte do país. A título de exemplo de remuneração no na zona Norte, na área da Indústria, um diretor-geral pode auferir entre 95 mil e 140 mil euros, um engenheiro de processos e métodos, entre 21 mil e 39,200 euros e um engenheiro de I&D cerca de 42 mil euros. Na área da Construção, um diretor-geral pode auferir até 105 mil euros e na área Química/Farmacêutica, o teto salarial para a função de Responsável de Laboratório de Controlo de Qualidade chega aos 42 mil euros.

Relativamente à preparação académica de profissionais para assumir funções na área da engenharia, as sinergias entre as instituições académicas e as empresas que atuam no mercado, poderiam ser mais reforçadas, de forma a acelerar a integração dos profissionais no mercado de trabalho desta área.

Luís Mouta Dias esclarece que “o profissional de engenharia recém-formado continua a chegar ao mercado com muito pouca aplicação prática dos seus conhecimentos teóricos, o que resulta por vezes num menor entendimento global do seu papel nas organizações”. 

No futuro, os desafios passam pelo surgimento de funções relacionadas com a digitalização. Existindo cada vez mais ferramentas e processos de fabrico orientados a uma lógica digital, áreas como a inteligência artificial e o desenvolvimento de autómatos ocuparão um lugar de destaque, inclusive como resposta a uma crescente escassez de recursos humanos e técnicos nos diferentes setores industriais.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 38 Julho 2022

IT INSIGHT Nº 38 Julho 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.