Faltam recursos humanos com competências digitais

Um estudo da EY revelou os desafios do digital no ecossistema português, através de uma análise dos comportamentos dos consumidores, economia digital, e inquéritos a líderes de opinião da área

Faltam recursos humanos com competências digitais

Para 74% dos líderes de opinião, é preocupante a dificuldade de acesso a recursos humanos com competências em digital. Esta é uma das principais conclusões do estudo do Observatório EY: Portugal Digital, cujos resultados foram agora divulgados.

79% dos líderes de opinião em digital preocupa-se com a falta de investimento das empresas na experiência digital dos seus clientes, num contexto em que 86% dos portugueses usa regularmente smartphones ou tablet.

73% dos inquiridos manifestam preocupação quanto ao nível de acesso das empresas à sua informação pessoal, enquanto 42% dos líderes de opinião e 45% dos consumidores portugueses consideram que a economia digital nacional está atrasada em comparação com outros países desenvolvidos.

A maioria considera ainda que os gestores de topo não têm conhecimentos suficientes sobre experiências digitais para que possam identificar as oportunidades que existem e definirem estratégias de sucesso suportadas no digital, refere a EY em comunicado.

“Este estudo mostra-nos que a maioria dos portugueses já adotou um estilo de vida digital, utiliza intensivamente dispositivos móveis e procura incessantemente conteúdos online, particularmente através das redes sociais, mas também já com interesse no comércio eletrónico”, refere Bruno Padinha, EY Advisory Leader. Para o responsável, “estão-se a perder oportunidades de mercado e isso deve criar um sentido de urgência, no sentido de acompanhar a evolução dos consumidores para uma vida online”.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 19 Maio 2019

IT INSIGHT Nº 19 Maio 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.