Branded Content

A digitalização possibilita resiliência em tempos de crise

Disse Heráclito que “a mudança é a única constante na vida” – isto é muito claro no momento que vivemos; menos óbvio é que o fator decisivo para a sobrevivência de uma organização em situações de crise pode ser o planeamento atempado.

A digitalização possibilita resiliência em tempos de crise

Não podemos controlar pandemias, eventos meteorológicos ou desastres naturais, mas os seus impactos podem ser antecipados, avaliados e mitigados – já possuímos a capacidade tecnológica para impulsionar ativamente a continuidade e viabilidade dos negócios em tempos de crise e não podemos, de forma alguma, ignorar os riscos antecipáveis.

As plataformas digitais de ponta combinam análise avançada com conectividade remota e oferecem às empresas a visibilidade necessária para identificar potenciais vulnerabilidades, reduzindo o choque das ameaças súbitas. Tirar partido destas tecnologias oferece dados críticos para que possam preparar-se com antecedência – testando cenários de mitigação de crise, podem definir prioridades e táticas de resposta mais eficazes, limitando os riscos para as operações, colaboradores e clientes.

Estar preparado implica munir-se da infraestrutura essencial antes que os desastres ocorram. Para muitas empresas, isto significa combinar digitalização com monitorização remota, para que os serviços conectados na cloud garantam dados operacionais atualizados, centralizados e armazenados de forma segura e fácil acesso; assim, a equipa de gestão possui visibilidade sobre a criticidade de cada processo e o conhecimento necessário para manter as operações. As tecnologias digitais proporcionam informação mais precisa e completa, permitindo adotar uma abordagem padronizada e coordenada para criar, testar e adotar planos de continuidade.

Os eventos inesperados podem ter um efeito devastador no nosso mundo interdependente e interconectado. As empresas perspicazes compreendem que é vital implementar tecnologias e planeamento para acelerar a recuperação e proteger pessoas, ativos e resultados. Planear a continuidade de negócio coloca o foco na identificação e proteção de processos cruciais; o plano de cada empresa será adaptado à sua realidade, numa combinação única dos seus riscos, incidentes, gestão de crise e de continuidade. Independentemente do contexto operacional, as empresas resilientes planeiam de forma proativa para ultrapassar as consequências da incerteza, e as ferramentas digitais lideram o caminho dos melhores resultados.

Uma vez que a tecnologia está em constante evolução, os gestores mais pragmáticos reavaliam regularmente as necessidades, planos e orçamentos da sua organização, e se não dispõem internamente dos recursos que necessitam, procuram ajuda de equipas profissionais externas.

A preparação e planeamento trazem sucesso 

Um dos benefícios do nosso mundo digital “sempre ligado” é poder combinar uma estratégia sólida com tecnologia, permitindo rapidez, agilidade e conhecimento em tempos de crise.

Os eventos inesperados não respeitam horários ou folgas e uma organização resiliente tem que estar preparada para agir a qualquer momento. As plataformas / aplicações móveis alertam os colaboradores essenciais e dão acesso direto à informação vital para que possam desde logo coordenar os esforços de continuidade e definir o papel, localização e atividade de cada membro da equipa. As empresas flexíveis, cujo planeamento, estratégia e coordenação lhes permitem resistir a crises, são frequentemente mais eficientes, conectadas e focadas no cliente. As ferramentas digitais, que permitem colaboração em trabalho remoto, gestão virtual de processos e conectividade em tempo real, podem também criar mindsets focados em resultados.

A confiança numa organização pode ser altamente incrementada se a sua resolução de crise melhorar a experiência dos clientes. Os stakeholders esperam atualizações em tempo real quanto aos procedimentos, cenários de mitigação e melhores práticas de uma empresa em tempos de crise, e o mundo digital permite-nos oferecer esse tipo de conhecimento de forma rápida e eficaz. Ser proativo e apresentar uma narrativa consistente é a chave para que uma organização resiliente tranquilize clientes e colaboradores e mantenha a liderança por entre o caos. 

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Schneider Electric

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 27 Outubro 2020

IT INSIGHT Nº 27 Outubro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.