Portugal já tem o primeiro observatório de impacto digital

A EY Portugal divulgou na conferência que encerra a 2ªedição do Beyond - Portugal Digital Revolutions, o lançamento do Observatório de Impacto Digital EY/Nova, o primeiro observatório digital criado no nosso país.

Portugal já tem o primeiro observatório de impacto digital

O Observatório, desenvolvido pela EY em parceria com a Nova School of Business and Economics, pretende afirmar-se como um projeto inovador, disruptivo e contínuo e tem como objetivo desenvolver um espaço de monitorização do impacto da revolução digital nas empresas e acompanhar, e caraterizar a evolução da sua maturidade digital. Esta monitorização vai estar centrada em três eixos: a orientação das equipas executivas, a preparação das estruturas operacionais e a materialização dos resultados.
 
O Observatório vai realizar uma série de estudos, sendo que o primeiro vai ser divulgado em abril de 2018 e analisará diversas dimensões. Para além de apresentar as principais tendências transversais e as especificidades em diversos setores, vai medir a evolução da maturidade digital das empresas em Portugal e analisar o nível de confiança sobre o impacto da transformação digital nas estruturas empresariais.
 
“Sabemos hoje que o enfoque das organizações está a convergir para a revolução digital. Mas, consideramos que chegou o momento de ir mais longe e de identificar e caraterizar as empresas nacionais para percebermos em que fase se encontram relativamente à transformação digital. Obtendo estes dados conseguimos identificar perfis empresariais que podem transmitir informação relevante acerca da competitividade das empresas nacionais”, realça João Alves, country managing partner da EY Portugal.
 
O Observatório EY / Nova surge no âmbito do Beyond – Portugal Digital Revolutions, criado em 2016 pela consultora e que pretende afirmar-se  como um movimento que contribui para colocar o tema da transformação digital da economia e da sociedade portuguesa na agenda nacional e de negócios. Durante os últimos meses, a EY organizou sete conferências setoriais, com o objetivo de analisar e partilhar casos de sucesso em diversos setores. Paralelamente às conferências decorreram seis sessões de aceleração que promoveram o debate em torno dos desafios e obstáculos que enfrentam vários áreas preponderantes, como as communities & sharing, cybersecurity, costumer, lifestyle, competitiveness e talento, para fazer face à disrupção.
 
A Conferência Final, que contou com a presença dos campeões que lideraram as conferências setoriais do Beyond, foi o palco para a apresentação do case study  "Wine Blockchain", um projeto da EY desenvolvido para fornecer aos consumidores informação fiável sobre o vinho que compram, fornecendo-lhe dados sobre o seu cultivo, processo de produção e ponto de venda. Esta informação é armazenada de forma segura e utilizam a tecnologia blockchain.
 
O Beyond tem como embaixadores: Marçal Grilo – Ex-Ministro da Educação –, Miguel Castro Neto - Subdiretor da Nova Information Management School – e Madalena Tomé, CEO da SIBS Portugal.

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 11 Dezembro 2017

IT INSIGHT Nº 11 Dezembro 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!