Malware disfarça-se de Netflix para se espalhar através do WhatsApp

Em apenas dois meses, a aplicação maliciosa foi descarregada cerca de 500 vezes na loja oficial de aplicações para smartphones e tablets Android

Malware disfarça-se de Netflix para se espalhar através do WhatsApp

A Check Point Research descobriu malware numa aplicação da Google Play Store. Apresentando-se como um serviço da Netflix, a “FlixOnline” prometia acesso ilimitado ao conteúdo da famosa plataforma streaming. Assim que descarregado, o malware disseminava-se através do WhatsApp entre os grupos e contactos da vítima, para onde eram enviados automaticamente links maliciosos. Apesar de terem conseguido travar esta campanha, os investigadores da Check Point Software relembram que é provável que a família de malware esteja para ficar.

O malware foi criado como wormable, o que significa que se pode espalhar de dispositivo Android para dispositivo Android assim que o utilizador clica no link enviado e faz download da suposta aplicação.

A app 'FlixOnline' apresentava-se como um serviço que permitiria os utilizadores assistir a conteúdo da Netflix de vários países. Na verdade, tratava-se de uma plataforma criada para monitorizar as notificações de Whatsapp dos utilizadores, enviando respostas automáticas a mensagens recebidas.

Às mensagens recebidas pela vítima do ataque, o malware respondia automaticamente o seguinte: “2 Months of Netflix Premium Free at no cost For REASON OF QUARANTINE (CORONA VIRUS)* Get 2 Months of Netflix Premium Free anywhere in the world for 60 days. Get it now HERE”. 

O facto de o malware ter conseguido ultrapassar tão facilmente as barreiras de segurança da Play Store levanta sérias bandeiras vermelhas. Apesar de termos conseguido travar uma das campanhas, é provável que a família de malware esteja para ficar, regressando, por exemplo, numa app diferente”, começa por dizer Aviran Hazum, Manager of Mobile Intelligence da Check Point Software. “As barreiras da Play Store protegem apenas até um certo ponto. Soluções de segurança móvel são cada vez mais imprescindíveis. Felizmente, detetámos o malware cedo e informámos rapidamente a Google, que também agiu prontamente. Se por acaso achar que é vítima, a nossa recomendação é que apague a aplicação do seu dispositivo e altere imediatamente todas as suas palavras-passe”, termina.

A Check Point Research fez chegar as suas conclusões à Google que, subsequentemente, retirou a aplicação da Play Store. No decorrer de dois meses, a “FlixOnline” foi descarregada aproximadamente 500 vezes. A Check Point Research partilhou estas informações também com o WhatsApp, apesar de a plataforma não apresentar qualquer vulnerabilidade.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 32 Julho 2021

IT INSIGHT Nº 32 Julho 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.