COVID-19: aumento do streaming pode ser um risco

Com o aumento de utilizadores nas plataformas de serviços de streaming as ciberameaças podem vir a aumentar

COVID-19: aumento do streaming pode ser um risco
Estima-se que nos próximos dias existam níveis muito elevados de atividade de streaming, uma vez que milhões de pessoas se veem forçadas a estar em casa devido à pandemia COVID-19. Isto vai, sem dúvida, colocar uma enorme pressão nos serviços de streaming e pode, inclusive, causar algumas quebras e lentidão na prestação destes serviços, o que fará com que as pessoas procurem meios alternativos para aceder aos conteúdos online. 
Contudo, não utilizar os portais seguros dos serviços de streaming legítimos para ver filmes, jogar ou assistir a outro tipo de conteúdos, faz com que as possibilidades de sofrer um taque por parte de um hacker sejam maiores.
Foi de repente que todos vimos as nossas vidas confinadas ao online. Se existir uma oportunidade de tirar partido de uma situação ou persuadir as pessoas a enviar os seus dados pessoais ou dinheiro para fins maliciosos, temos a certeza que os hackers vão concentrar aí a sua atividade. Já encontrámos vários exemplos de malware relacionado com o coronavírus, onde os hackers se aproveitam para esconder ficheiros maliciosos atrás destes conteúdos – que supostamente estão relacionados com a doença”, refere David Emm, Investigador Principal de Segurança da Kaspersky.
A kaspersky pede aos utilizadores que se mantenham fiéis às fontes de streaming de confiança e que sigam as seguintes recomendações para se manterem seguros online:
• Utilizar apenas fontes seguras, como são exemplo todos os serviços onde já se tenha uma subscrição, ao invés de fontes alternativas, e confirmar mais do que uma vez o formato do URL ou como está escrito o nome da empresa, antes de realizar downloads. Os sites falsos podem ser muito parecidos com os originais, mas vão existir algumas anomalias que permitem detetar as diferenças;
• Prestar atenção à extensão do ficheiro que se quer descarregar. No caso de serem episódios de uma série de TV, o ficheiro não deve acabar em .exe;
• Ser cuidadoso no uso de torrents e pesquisar por comentários sobre os ficheiros que se quer descarregar. Se os comentários não estiverem relacionados com esse conteúdo, o mais provável é estar perante malware;
• Proteger todos os dispositivos utilizados para streaming e garantir que realizam todas as atualizações disponíveis ao sistema operativo e às aplicações;
• Não clicar em links que prometam assistir antecipadamente aos conteúdos; em caso de dúvida acerca da autenticidade do conteúdo, verificar junto do fornecedor de serviços de entretenimento - isto é, caso não tenha a certeza de que algum conteúdo que foi publicitado já tenha estreado e esteja disponível na sua região;
• Sempre que possível, utilizar um cartão de crédito para realizar pagamentos e evitar guardar os detalhes do cartão nos sites de streaming. Utilizar sempre uma palavra-passe única e complexa para cada uma das suas contas online.
Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 24 Março 2020

IT INSIGHT Nº 24 Março 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.