Ataques DDoS caem 73% no último trimestre

Segundo dados da Kaspersky, o número de ataques DDoS diminuiu no terceiro trimestre de 2020, ainda que o trimestre tenha registado o maior número de ataques num único dia: 323

Ataques DDoS caem 73% no último trimestre

De acordo com últimos dados do Kaspersky DDoS Protection, o número de ataques DDoS diminuiu no terceiro trimestre de 2020. No entanto, apesar do mercado de DDoS ter estabilizado a nível global ao longo do ano, o trimestre em análise registou o maior número de ataques do ano num único dia, onde se verificaram 323 ataques. Já em comparação com o mesmo período de 2019, o número de ataques realizados foi ainda maior. 

O confinamento aumentou a confiança dos utilizadores nos serviços online, pelo que nos primeiros dois trimestres do ano houve um pico de ataques DDoS, com o objetivo de perturbar o seu trabalho. Além disso, recursos educativos e administrativos também se viram particularmente afetados pela atividade cibercriminosa. No entanto, de acordo com os resultados obtidos pela Kaspersky em relação ao último trimestre – julho, agosto e setembro – a atividade de DDoS está a voltar ao normal.

No terceiro trimestre de 2020, o Kaspersky DDoS Protection detetou menos 73% ataques do que no trimestre anterior, mas, em comparação com o mesmo período em 2019, este número foi superior. Isto significa que o declínio observado durante o terceiro trimestre pode ser explicado principalmente pelo aumento incomum dos ataques no segundo trimestre, consequência do contexto que atravessamos.

A análise dos comandos recebidos pelos bots dos servidores de comando e controlo também revelou uma queda nos ataques DDoS. Em média, foram realizados 106 ataques por dia no terceiro trimestre de 2020, enquanto no trimestre anterior registaram-se mais 10 ataques. No entanto, embora os meses tenham estado mais calmos - houve três dias em que apenas um ataque foi registado - alguns períodos ainda registaram elevada atividade de DDoS. A mais notória foi no dia 2 de julho, que atingiu um recorde de 323 ataques, o número mais alto de todo o ano de 2020. O pico anterior foi de 298 ataques, registados em abril.

"Muitas empresas não estavam preparadas para o trabalho remoto ou não consideravam os seus ativos na web como algo crítico. Por exemplo, tivemos vários pedidos de organizações, como fabricantes de máscaras, que foram vítimas de ataques DDoS. Anteriormente, estas empresas nem sequer pensavam na proteção DDoS. A situação está a melhorar à medida que mais empresas têm conseguido reforçar as suas ciberdefesas, de forma a mitigar as suas falhas de segurança. Como resultado, menos ataques de DDoS foram eficazes no terceiro trimestre. No entanto, os cibercriminosos continuam bastante ativos, pelo que aconselhamos aqueles que ainda não adotaram as medidas adequadas a não colocar esta questão em segundo plano", comenta Alexey Kiselev, Business Development Manager da equipa de Proteção DDoS da Kaspersky.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.