A importância do cloud computing no quotidiano das empresas

A importância do cloud computing no quotidiano das empresas

O cloud computing transformou as nossas vidas, tanto a nível pessoal como profissional, e deve ser considerado um dos desenvolvimentos tecnológicos mais importantes do seu tempo. Provou ser crucial para as empresas do século XXI por diversas razões: a primeira das quais é que proporciona um caminho mais rápido e acessível até à inovação

Com o Software-as-a-Service na cloud, as empresas podem começar a utilizar as novas tecnologias numa questão de horas, ou até minutos, e não em semanas ou meses, evitando também despesas e os custos acrescidos que advinham da implementação manual de software.

Outra das vantagens é que os serviços fornecidos na cloud podem ser escalados com base em necessidades externas, como pedidos sazonais flutuantes ou um período de rápido crescimento. A escalabilidade é particularmente importante para pequenas e médias empresas que não possuem a flexibilidade financeira necessária para fazer investimentos iniciais significativos em novas tecnologias. Os sistemas na cloud permitem a estas empresas utilizar novas tecnologias de forma económica e com risco controlado. Como resultado, assistimos ao rápido crescimento de empresas que notavelmente possuem poucos ativos físicos, mas que construíram o seu sucesso com base na capacidade de servir milhões de clientes (por exemplo a Amazon, Facebook, Netflix, Dropbox, LinkedIn e muitas outras).

Ter acesso a serviços na cloud revolucionou o quotidiano da vida profissional. Desde o trabalho flexível à melhoria da disponibilidade das aplicações, o aumento do armazenamento e a capacidade de analisar grandes quantidades de dados com apenas alguns cliques, a cloud simplificou e aperfeiçoou amplamente os processos, de forma a alterar a forma de trabalho das pessoas. De facto, a Gartner afirma que “as organizações que não possuem uma estratégia de cloud de alto nível, orientada pela sua estratégia empresarial, aumentarão significativamente o risco de falhas e desperdício de investimento”(1).

E se a cloud está longe de ser uma nova ideia, aplicações novas e interessantes continuam a ser desenvolvidas e assim se irá fornecer a infraestrutura digital das cidades do futuro:  elevadores e parques de estacionamento inteligentes, carros sem condutor e drones de passageiros (táxis, comboios e metros), entre outros, que só será possível graças à capacidade da Cloud para permitir que os dados sejam armazenados sem limites e a sua gestão feita em qualquer lugar, praticamente em tempo real.

Os governos europeus estão dispostos a aumentar o investimento em tecnologia: a European Open Science Cloud (EOSC), uma cloud aberta para o âmbito das ciências, vai proporcionar a 1.7 milhões de investigadores e a 70 milhões de profissionais de ciência e tecnologia na Europa um ambiente virtual para armazenarem, partilharem e reutilizarem os grandes volumes de informação gerados pela revolução do big data(2). Tal recurso será sustentado pelo European Data Infrastructure (EDI), implementando redes de ampla banda larga, bem como a capacidade de supercomputação necessária para aceder e processar efetivamente os grandes volumes de dados armazenados na cloud.

Finalmente, outro dos grandes benefícios da cloud é que permite às empresas – especialmente às pequenas empresas que procuram responder às necessidades diárias dos clientes – a capacidade de se concentrarem e comprometerem mais com a sustentabilidade. A pegada de carbono de uma empresa está relacionada com diversos fatores, nomeadamente com o que produz, a sua localização e a forma como atua, mas é inegável que o processamento de dados num servidor local pode aumentar as emissões de carbono.

Atualmente, à medida que mais empresas deslocam as suas operações para a cloud, o impacto pode diminuir. A tecnologia cloud possibilita que menos servidores sejam utilizados. Geralmente estes servidores estão localizados perto das instalações que os abastecem – o que previne perdas durante o processo de transmissão de energia elétrica em longas distâncias.

As empresas que oferecem serviços e soluções baseados na cloud, como a Canon, devem compreender a necessidade de possuir um ecossistema de ferramentas de negócio que suporte os vários processos de transformação digital, tendo sempre em mente que cada empresa é diferente e, como tal, não existe uma solução única para todos.

Os investimentos em soluções documentais na cloud vão equipar pequenas, médias e grandes empresas com as soluções tecnológicas de que precisam para acelerar processos ativados digitalmente. Fornecer soluções tanto públicas como privadas e combinar tecnologias locais e na Cloud de forma inteligente permite aos clientes o acesso a tecnologias mais económicas e seguras, eliminando os custos e as restrições impostas pelo software tradicional.

 

por Miguel Viana, Product Manager, Canon

 

Fontes:

(1) Gartner Cloud Strategy Leadership, 2017: http://www.gartner.com/imagesrv/books/cloud/cloud_strategy_leadership.pdf
(2) European Commission 2018, https://ec.europa.eu/info/news/commission-launches-european-open-science-cloud-2018-nov-23_en

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 27 Outubro 2020

IT INSIGHT Nº 27 Outubro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.