Empresa portuguesa de blockchain recebe investimento de 600 mil euros

A Indico Capital Partners anunciou um investimento de 600 mil euros na Bitcliq, uma plataforma com tecnologia blockchain para as frotas pesqueiras e os seus clientes

Empresa portuguesa de blockchain recebe investimento de 600 mil euros

A Indico Capital Partners anunciou o seu investimento na Bitcliq, uma plataforma com tecnologia blockchain que reúne frotas pesqueiras e os seus clientes. Este mercado digital permite a compra direta do peixe, no momento em que é capturado no mar, por parte de compradores como retalhistas, hotéis ou restaurantes.

A plataforma permite ainda uma rastreabilidade completa do peixe desde o local de captura até à mesa. A rastreabilidade da captura promove a sustentabilidade da mesma sendo um fator cada vez mais essencial para um ecossistema frágil devido às práticas ilegais de pesca e à poluição dos oceanos causada, por exemplo, por plásticos ou derrames variados.

Nos últimos três anos, a empresa sediada nas Caldas da Rainha tem desenvolvido inúmeros projetos de melhoria de eficiência operacional e de armazenagem de dados em cloud com frotas pesqueiras em África, Ásia e Europa, aperfeiçoando a sua oferta e arrecadando diversos prémios internacionais como o Green Project Awards e o FLAD EY Buzz USA (uma iniciativa da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento e da Ernst & Young). A empresa portuguesa foi igualmente convidada para participar no Fish 2.0 Innovation Forum que decorreu na Universidade de Stanford.

O investimento de 600 mil euros liderado pela Indico Capital Partners, com a participação da LC Ventures, vai permitir à Bitcliq concluir a implementação do primeiro marketplace global de peixe baseado em blockchain. A plataforma, já operacional no principal porto piscatório português de Peniche, irá permitir a ligação entre todas as frotas de pesca com parceiros de logística e compradores e executar ordens de compra e venda assim que a captura é registada a bordo usando apenas smartphones. O marketplace piloto está a decorrer em cooperação com a Docapesca, empresa estatal grossista e entidade que garante a qualidade de todo o peixe vendido em Portugal, e com outros parceiros e entidades oficiais.

Pedro Manuel, fundador e CEO da Bitcliq, afirma que “esperamos que este piloto seja rapidamente extensível a todo o país e, consequentemente, para os maiores portos de pesca na Europa. A forma como o peixe é comprado na Europa não se alterou significativamente nos últimos 30 anos. Esta plataforma vai seguramente acrescentar mais eficiência e mais transparência ao conectar os agentes de mercado. O investimento da Indico traz consigo uma enorme experiência dos Partners em escalar marketplaces globalmente, pelo que temos muito prazer em tê-los a bordo”.

Ricardo Torgal, General Partners na Indico, salienta que “a Bitcliq é um exemplo de perseverança e de visão global. Não só estão a aumentar a eficiência do mercado, mas também a contribuir para a sustentabilidade das economias alimentar e dos oceanos. Estamos muito entusiasmados por os apoiar”.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 19 Maio 2019

IT INSIGHT Nº 19 Maio 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.