Branded Content

Modern Analytics Foundation com o SAS Viya sobre Azure

O lançamento do SAS Viya sobre Azure em modelo cloud veio reforçar as vantagens da parceria SAS e Microsoft que utiliza a analytics para responder a necessidades estratégicas do negócio

Modern Analytics Foundation com o SAS Viya sobre Azure

“O SAS e a Microsoft fazem parte de um grupo estrito de parcerias estratégicas da Timestamp e são tecnologias de eleição para as áreas de analytics e de cloud”, afirma Luís Leão, Administrador da Timestamp.

O lançamento da plataforma SAS Viya sobre Azure em modelo cloud veio reforçar o anúncio da parceria SAS e Microsoft. Uma plataforma que oferece um conjunto de benefícios significativos para uma estratégia de modernização e transformação digital e que disponibiliza aquilo que são as melhores ferramentas de analytics na plataforma cloud líder de mercado, numa solução robusta e cost-effective.

Visão global da solução

Para Nuno Almeida, Business Development Director da Timestamp é necessário que as organizações sejam capazes de detetar antecipadamente padrões e eventos que vão ocorrendo nas suas atividades e negócios para que mais facilmente se adaptem a novas oportunidades e até a novas ameaças. É ainda fundamental que tenham a capacidade de agir e de ganhar valor, mostrando diferenciação na informação e nos insights que recebem.

Para a obtenção destes insights em tempo útil, as organizações necessitam de oferecer uma resposta coesa e completa para os desafios que enfrentam na democratização do poder analítico que os volumes de informação e de dados que possuem encerram em si.

A plataforma analítica do SAS Viya foi idealizada para simplificar os fluxos de tratamento de dados e em particular, a produção de análises avançadas e de insights.

De forma abreviada, os dois processos são conhecidos por Data Ops e Model Ops e são no fundo os dois processos pilares da plataforma de data e analytics.

Com a fundação desta oferta analítica do SAS, numa plataforma de cloud pública como é o caso da Microsoft Azure, o mercado passa a ter acesso ao melhor que estes dois conjuntos de ofertas trazem.

Vantagens

Em primeiro lugar, existe uma facilidade na democratização e produção de análises que de outra forma estariam encerradas em ferramentas complexas com a capacidade de poderem ser utilizadas de forma intuitiva, mas também sobre enormes volumes de dados de informação.

Por outro lado, existe a integração dos dois pilares da plataforma de data e analytics. Com a cloud em Microsoft Azure, as organizações passam a ter uma gestão simplificada dos ambientes, tornando-os facilmente implementáveis na sua organização, e com uma capacidade de elasticidade e de crescer consoante as necessidades. Também os custos associados passam a ser adaptáveis à atividade de cada organização, o que permite obter maior agilidade na produção e divulgação de insights e um retorno dos investimentos.

“Tudo isto, deve-se ao facto do SAS Viya ser fundado sobre princípios fortes da governação de dados, sendo que os processos que atuam são devidamente governados e auditáveis. Isto é aquilo que se procura numa moderna fundação em analytics: que não cumpra só a agilidade de produção de insights, mas que o faça de uma forma governada”.

O caminho para uma modernização tecnológica

A Timestamp concentra todas as valências necessárias para apoiar as organizações em processos de modernização, nomeadamente com soluções SAS e Microsoft Azure.

“Em Portugal fomos o primeiro parceiro SAS a migrar uma solução SAS para SAS Viya e o primeiro parceiro português da Microsoft a disponibilizar uma solução em Azure”, refere Nuno Almeida.

A experiência e conhecimento da plataforma SAS Viya e cloud Azure permitem aconselhar com segurança os clientes na infraestrutura de cloud ideal para as suas soluções e processos baseados em SAS, alcançando os objetivos que os clientes procuram neste tipo de processo de modernização.

Tipicamente, este apoio abrange a fase de assessment, o desenho de arquitetura inicial, a implementação das aplicações e o processamento dos dados até à própria gestão dos ambientes que estão em produção.

Tudo isto, passando pela implementação de políticas de gestão que hoje são primordiais na disponibilização de aplicações de dados (principalmente as que trabalham com dados pessoais e de clientes) e na escolha dos melhores serviços para fazer esse mesmo tratamento de dados.

“Esta viagem necessária é feita em conjunto com o cliente, juntando aquilo que são as suas expetativas e objetivos com a nossa experiência de como implementar cada caso da melhor forma possível “, garante Nuno Almeida.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Timestamp

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 33 Outubro 2021

IT INSIGHT Nº 33 Outubro 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.