EasyVista debate transformação digital na "Era dos Serviços"

A EasyVista juntou clientes e parceiros no EV Connect 2018, onde deu a conhecer as principais linhas estratégicas onde está a investir para aportar valor aos clientes naquela que denominou como a "Era dos serviços"

EasyVista debate transformação digital na "Era dos Serviços"

A EasyVista juntou clientes e parceiros para abordar o tema da transformação digital. Para Paulo Magalhães, country manager da EasyVista, a transformação digital vai além da tecnologia e, para ser bem-sucedida, deve começar pela "cultura empresarial".

Comprometida em ajudar as empresas a serem bem-sucedidas nesta jornada, a EasyVista tem uma proposta de valor assente na entrega de serviços, uma estratégia que lhe valeu, no primeiro semestre de 2018, um crescimento de mais de 20% das receitas. O suporte local tem sido um dos principais pilares que têm sustentado os bons resultados que a empresa tem alcançado no mercado português.

"A EasyVista tem conseguido superar os seus resultados todos os anos", afirmou Paulo Magalhães na abertura do EV Connect 2018.

Atualmente a trabalhar com mais de 100 consultores em Portugal, é na rede de parceiros que a empresa coloca o seu foco. Este compromisso tem permitido à EasyVista reforçar a sua capacidade de entrega de serviços. "Estamos num momento em que temos de entregar serviços aos nossos clientes", sublinhou Paulo Magalhães.

De acordo com os dados da IDC, 96% das organizações têm uma estratégia de transformação digital, apesar de apenas 57% considerarem a transformação digital uma prioridade.

A EasyVista quer mudar este paradigma e, nesse sentido, aproveitou o EV Connect 2018 para apresentar a mais recente inovação da sua plataforma de gestão de serviços, a versão Oxygen.

Esta nova versão, que se apresenta com uma nova interface com o objetivo de simplificar a gestão de serviços nas empresas, tem como objetivo impulsionar a evolução do suporte e entrega de serviços, otimizando a experiência de utilização da sua plataforma e dando a possibilidade de cada utilizador ser autónomo na resolução de problemas– uma caraterística-chave para os utilizadores, de acordo com a empresa, principalmente entre as camadas mais jovens.

A EasyVista quer continuar a crescer em 2019 e, nesse sentido, pretende manter o foco no ITSM e ampliar a sua proposta de valor.

Um dos passos nessa direção começou com a abertura do Cloud Management Center  de Lisboa, o terceiro da empresa à escala mundial que, de acordo com Paulo Magalhães, "tem sido um sucesso". A unidade de Lisboa junta-se às que já existem no Canadá e em França, assegurando a gestão e acompanhamento dos clientes que adquirem soluções do fornecedor em modelo software-as-a-service (SaaS). Ao todo, os CMC prestam apoio a mais de 350 clientes da EasyVista em todo o mundo.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.