Automação e analítica, as apostas da SAP para as “empresas inteligentes”

No SAP NOW, que teve lugar ontem, dia 22, no Centro de Congressos do Estoril, a tecnológica partilhou a sua visão de “intelligent enterprise”, o mote do evento

Automação e analítica, as apostas da SAP para as “empresas inteligentes”

A SAP comemora 25 anos no mercado português e, este ano, no SAP NOW Lisboa, o maior evento da tecnológica e onde reúne a sua comunidade, em Portugal, os holofotes voltaram-se para a urgência de inovar pelo digital. Luís Urmal Carrasqueira, diretor-geral da SAP Portugal, disse que “este é o momento ideal para as empresas conquistarem mercado e adotarem novos modelos de negócio”, sobretudo porque o país ainda goza de níveis de produtividade inferiores aos dos países europeus do centro e norte da Europa.

Para a tecnológica, é prioritário que os sistemas estejam mais automatizados, no sentido de acelerar a tomada de decisão com base em dados analisados em tempo real, libertando os recursos humanos para o que faz realmente a diferença: tarefas de valor acrescentado. Assim, em 2020, o ERP da SAP (S/4 Hana) será, em 20% dotado de inteligência artificial, valor que a SAP prevê que seja de 50% em 2022.

Esta é uma das apostas da SAP para as “empresas inteligentes”, conceito que Luís Urmal Carrasqueira definiu como a “ligação do mundo real do mundo digital através de processos dotados de inteligência artificial e de analítica incorporada”. Para que assim seja, lembrou, é necessário “sensorizar tudo”.
 
Não por acaso, a tecnológica está a investir muito em SAP Leonardo, a plataforma que unifica toda a oferta da SAP para a inovação digital, da qual fazem parte soluções de Internet of Things (IoT), Big Data & analytics, machine learning, inteligência artificial (IA) e blockchain.

Durante o SAP NOW Lisboa, a SAP anunciou o reforço da parceria que estabeleceu com a Nova IMS, em 2016, com a integração de uma nova disciplina baseada em SAP no programa das licenciaturas de Gestão de Informação e Sistemas e Tecnologias de Informação da Nova IMS. A nova disciplina será integrada no 3º ano das licenciaturas de Gestão de Informação e Sistemas e Tecnologias de Informação. O objetivo é expor os alunos que estão prestes a entrar no mercado de trabalho às aplicações das tecnologias do SAP Leonardo. Os projetos finais serão apresentados e avaliados por um júri constituído por clientes e gestores da SAP.

Foi ainda anunciado o lançamento de uma pós-graduação para executivos em “Digital Innovation for Business”, numa parceria entre Nova IMS, SAP e Accenture. Paralelamente, as duas entidades confirmaram a 4ª edição da pós-graduação, patrocinada pela SAP, em “Digital Enterprise Management”, da Nova IMS.

 

 

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 13 Maio 2018

IT INSIGHT Nº 13 Maio 2018

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.