Votação eletrónica tem vindo a crescer

A votação eletrónica, ou o eVoting, é uma opção cada vez mais escolhida tanto por organizações, como por órgãos sociais

Votação eletrónica tem vindo a crescer

No último ano, todos sofremos grandes alterações e uma dessas alterações foi a forma como a tecnologia é utilizada. A tecnologia tem estado, na verdade, na linha da frente para resolver algumas das dificuldades que surgiram durante a pandemia.

Alguns dos exemplos mais óbvios são a utilização de ferramentas colaborativas para a realização de reuniões online. Assim que fomos submetidos ao regime de teletrabalho verificou-se um crescimento exponencial de ferramentas de videoconferência. Hoje, nomes como o Zoom ou o Teams tornaram-se rapidamente palavras do dia a dia. Mas para algumas organizações não chega fazer a reunião. É necessária a tomada de decisões que por vezes podem obrigar a uma votação.

A Extreme Solutions, que tem sede em Lisboa, potenciou a sua plataforma de voto eletrónico que, antes da pandemia, já estava a ser utilizada em algumas organizações. Esta plataforma divide-se em duas vertentes com objetivos distintos: fazer eleições para órgãos sociais (pessoas ou listas) e, numa segunda vertente, permite efetuar votações durante reuniões.

As votações para órgãos sociais seguem um princípio em que a complexidade da votação pode ser bastante elevada. Podem existir diversas listas, nem todos os eleitores irão votar nos mesmos boletins de votos, o apuramento de resultados pode seguir diversos critérios e muito importante será garantir a confiança e segurança em todo este processo. Não podem existir margem para dúvidas sobre a credibilidade do processo eleitoral.

No que respeita às votações em reuniões ou assembleias o processo tem também que ser fiável e seguro, mas pode ter outros critérios diferentes: em qualquer momento pode ser colocada uma nova pergunta, o voto pode não ser confidencial, o tempo de voto é muito reduzido e pode existir um enorme fluxo de votos no mesmo segundo.

O desafio foi construir uma plataforma que permitisse responder a todas as múltiplas variáveis que se podem encontrar em processos eleitorais e que permita, de uma forma fácil e transparente, parametrizar uma solução à medida das necessidades das organizações.

São vários os clientes que já recorreram a este tipo de serviços e, neste momento, este é um mercado que tem vindo a crescer. A Extreme Solutions acredita que, face à sua experiência neste mercado e às contantes melhorias que tem vindo a implementar, desenvolveu uma plataforma que poderá concorrer com as melhores ao nível mundial. Por enquanto tem dado passos seguros no mercado português tendo já algumas importantes referencias no seu portfólio com milhares de utilizadores votando em simultâneo.

Para aumentar toda a segurança do processo e a confiança dos clientes, a Extreme Solutions assume toda a responsabilidade do processo de votações disponibilizando a plataforma e fornecendo todo o serviço de acompanhamento garantindo toda a fiabilidade das votações. Envia credenciais de voto, valida resultados e disponibiliza toda a informação necessária a auditorias externas.

O eVoting veio para ficar. Para a Extreme Solutions, mesmo em reuniões presenciais o processo de voto eletrónico tem vantagens e uma simplicidade muito superior ao voto físico, como por exemplo o voto imediato e o apuramento imediato dos resultados. Em relação às votações para órgãos sociais aumenta a facilidade de voto e a consequente afluência às urnas, permitindo o voto a qualquer hora, independentemente do local, desde que disponha de um dispositivo ligado à internet.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 31 Maio 2021

IT INSIGHT Nº 31 Maio 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.