Branded Content

O papel da cloud durante e após a pandemia

A cloud tem tido um papel fundamental na transformação digital das empresas durante a última década. Esse papel intensificou-se nos últimos meses, devido à pandemia

O papel da cloud durante e após a pandemia

Quatro meses depois do início do surto que está a mudar as nossas vidas, há hoje um consenso alargado sobre o papel das tecnologias de cloud na continuidade dos negócios, especialmente em cenários adversos como os que vivemos.

A pandemia levou à adesão ao trabalho remoto, permitindo que muitas organizações conseguissem manter as suas operações; contudo, também levou a que muitas organizações repensassem a sua estratégia de transformação digital. A migração para a cloud, antes vista como uma forma de conseguir agilidade, segurança, inovação, escalabilidade e redução de custos, passou a ser sinónimo de sobrevivência.

No primeiro trimestre de 2020 o peso dos serviços de cloud nas empresas, a nível global, registou um aumento recorde de 34% face ao período homólogo de 2019. Os dados são da Canalys(1), que coloca as necessidades urgentes de trabalho remoto no topo das razões para este crescimento. Esta tendência foi também confirmada pela IDC, detalhando os dados relativos a Portugal(2): cerca de 70% das empresas presentes no mercado, em maio já utilizavam serviços e soluções na cloud, ou estavam em contacto com este tipo de tecnologia.

Cloud como fator de diferenciação

A utilização de tecnologias e serviços baseados na cloud já era um fator de diferenciação para muitas empresas e, com a adesão urgente deste tipo de soluções, mais decisivo esse fator se tornou.

Alguns estudos mostram inclusive que as organizações que já utilizavam soluções cloud foram as que registaram menor impacto e esforço de adaptação ao trabalho remoto.

A flexibilidade das ferramentas disponibilizadas na cloud serviu assim que nem uma luva para assegurar um novo paradigma laboral e operacional. Mas isto não significa que todas as empresas passaram a estar preparadas para o chamado “novo normal”.

A importância dos serviços

Neste período de pós-confinamento, importa perceber de que forma a transformação digital de muitas empresas está adequada às necessidades reais e às perspetivas de negócio – seja a curto, a médio ou a longo prazo.

Para garantir um nível adequado de operacionalidade, as organizações devem garantir três componentes essenciais:

  • adoção de soluções cloud flexíveis e escaláveis de comunicação, colaboração, computação e armazenamento;
  • implementação de ferramentas de segurança abrangentes, que protejam não só o colaborador, mas também os serviços cloud utilizados;
  • adoção de serviços geridos que potenciam verdadeiramente os benefícios da cloud, como FinOps (otimização de custos), DevOps (agilidade e eficiência) e SecOps (segurança).

A adoção de serviços cloud é verdadeiramente o próximo desafio para as organizações. Independentemente do tipo de plataforma usada – public, private, hybrid ou multicloud – existem diferentes formas de consolidar com eficácia os processos de migração e adaptá-los a cada organização, aproveitando as vantagens da cloud para promover uma maior eficiência, melhor adaptação aos novos contextos de trabalho, potenciar a inovação e desenvolvimento de novos produtos e serviços diferenciadores que permitam uma melhor interação com os clientes.

Neste contexto, a opção pelo formato XaaS garante às empresas flexibilidade e agilidade nos recursos disponíveis, ao nível das infraestruturas, software usado, plataforma ou de funções específicas a desenvolver e implementar, garantindo um time-to-market mais rápido face às soluções tradicionais.

A chave estará mais na qualidade da implementação e na escolha criteriosa dos serviços a implementar sobre a cloud, do que na adoção de soluções em pacote, ao sabor do que o mercado vai ditando.

É essencial que as empresas tenham uma visão abrangente, pragmática e não limitada a um espaço temporal curto sobre o que a cloud representa hoje num processo de transformação digital. Para isso, não poderão ficar à espera que uma nova adversidade (ou uma segunda vaga da pandemia) as faça correr atrás de uma solução milagrosa.

Felizmente, as empresas já não têm que fazer este percurso sozinhas. Existem hoje alguns Managed Services Providers (MSP) certificados pelos principais Cloud Providers, que se especializaram no desenvolvimento de soluções adaptadas às necessidades de cada organização. Resta às empresas aproveitar esse know-how para se prepararem ainda melhor para um futuro cheio de incertezas, mas também repleto de novas oportunidades.

 

(1) Estudo Canalys

(2) Estudo IDC

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Claranet

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

+ VISITADAS

O segredo do sucesso do ransomware

ERP 3.0

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.