China: reconhecimento facial também ao comprar telemóveis

A China colocou em prática uma lei que pede às operadoras do país que façam reconhecimento facial dos utilizadores de novos serviços de telemóveis, com o objetivo de combater a fraude, diz o governo

China: reconhecimento facial também ao comprar telemóveis

A Reuters explica que as operadoras chinesas estão agora obrigadas a verificar a identidade dos cidadãos que abram novas contas de telemóvel. Não se sabe ainda como a nova lei afetará os utilizadores de contas já existentes.

Supermercados, metro e aeroportos já usam tecnologia de reconhecimento facial na China, e a polícia do país é conhecida por utilizar tecnologia de ponta de vigilância, como óculos com ferramenta de reconhecimento facial.

Atualmente, a tecnologia está a ser testada em zonas urbanas de caminhada, identificando os praticantes que vão passando. A China anunciou que pretende expandir o uso de reconhecimento facial para outras pessoas e funções, como inscrições de estudantes para o Exame Nacional de admissão ao ensino superior.

A publicação People's Daily denunciou há poucos dias que um dos seus repórteres encontrou dados de rostos disponíveis para venda na Internet: um pacote de cinco mil rostos por cerca de 1,28 euros.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 24 Março 2020

IT INSIGHT Nº 24 Março 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.