RGPD: Google recebe multa de 50 milhões de euros

Regulador francês de proteção de dados multou a Google em 50 milhões de euros. Esta é a maior multa desde que a regulação europeia entrou em vigor, em maio de 2018

RGPD: Google recebe multa de 50 milhões de euros

A CNIL, autoridade francesa de proteção de dados, aplicou uma multa de 50 milhões de euros à Google por a empresa norte-americana quebrar as regras do RGPD. Esta é a primeira grande multa sob o regulamento que entrou em vigor em toda a União Europeia a 25 de maio de 2018. O anterior recorde era de 400 mil euros e foi aplicada ao Centro Hospitalar Barreiro Montijo (CHBM).

A autoridade afirma que a multa foi aplicada por a empresa norte-americana ter quebrado as regras do RGPD no que diz respeito à transparência e ao facto de processador os dados dos utilizadores para fins publicitários.

Logo após o RGPD ter entrado em vigor, Max Schrems e a sua organização não governamental “None Of Your Business” (NOYB) protestaram contra a Google e o Facebook. Também o grupo francês “La Quadrature Du Net” apresentou uma queixa contra a gigante dos motores de pesquisa.

As duas queixas afirmavam que a Google obrigava o utilizador a consentir as regras apresentadas e que a empresa não tinha uma base legal sólida para processar os dados dos utilizadores.

Em resposta a esta multa, a Google afirmou que “as pessoas esperam de nós altos padrões de transparência e controlo. Estamos profundamente comprometidos em atender essas expetativas e aos requisitos de consentimento do RGPD. Estamos a estudar a decisão de determinar os nossos próximos passos”.

Enquanto a sede da Google na União Europeia está na Irlanda, esta não tem poder de decisão quando se trata de como o Google trata os dados das pessoas. Por esse motivo, a multa foi aplicada à Google LLC, nos Estados Unidos.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 18 Março 2019

IT INSIGHT Nº 18 Março 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.