FBI alerta empresas sobre aumento de esquemas de phishing por chamadas de voz

O FBI e a Agência para a Segurança das Infraestruturas e Cibersegurança (CISA) emitiram um comunicado conjunto a alertar as empresas sobre o aumento das campanhas de phishing a redes privadas virtuais corporativas (VPNs)

FBI alerta empresas sobre aumento de esquemas de phishing por chamadas de voz

A pandemia COVID-19 levou a uma mudança maciça para o trabalho a partir de casa, resultando num maior uso de redes privadas virtuais corporativas (VPNs) e na eliminação da verificação presencial. O CISA e o FBI já avisaram as empresas sobre as campanha de vishing que permitem que os cibercriminosos tenham acesso a ferramentas dos funcionários em várias empresas com o objetivo final de rentabilizar o acesso.

Os cibercriminosos utilizam credenciais vished e extraiem as bases de dados da empresa vítima para obter informações pessoais dos seus clientes para aproveitar outros ataques. De acordo com o comunicado, o método de rentabilização tem variado até agora de acordo com a empresa, mas tem sido muito agressivo com prazos apertados entre uma infração inicial e o esquema de saída.

De acordo com o FBI, "os primeiros passos desta campanha de vishing seguiram um fio condutor comum. Os cibercriminosos registaram domínios e criaram páginas de phishing que duplicaram a página de login interna da empresa em VPN, e também capturaram senhas de autenticação de dois fatores (2FA) ou de uma única vez (OTP), obtendo ainda certificados Secure Sockets Layer (SSL) para domínios que registaram e utilizaram uma variedade de esquemas de nome de domínio".

O FBI recomenda uma série de estratégias de mitigação de riscos para as empresas, incluindo restringir as ligações VPN apenas a dispositivos geridos, utilizando mecanismos como verificações de hardware ou certificados instalados, de modo que a entrada do utilizador por si só não é suficiente para aceder à VPN corporativa, restringir as horas de acesso VPN para atenuar o acesso fora dos horários permitidos e melhorar a autenticação de dois fatores (2FA) e as mensagens OTP para reduzir a confusão sobre as tentativas de autenticação dos colaboradores.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.