Cibersegurança– Ataques a sistemas industriais em ascensão

Mais de 40% de todos os computadores ICS (Industrial Control System) protegidos pelas soluções da Kaspersky Lab foram vítimas de ataques de software malicioso pelo menos uma vez durante o primeiro semestre de 2018

Cibersegurança– Ataques a sistemas industriais em ascensão

Ciberataques a computadores industriais são considerados uma ameaça extremamente perigosa, uma vez que podem causar perda de materiais e a suspensão da produção de sistemas completos. Além disso, esta paragem de produção por parte de algumas empresas industriais pode originar graves consequências ao nível do bem-estar, ambiente e macroenomia de uma região.  

As estatísticas recolhidas pelos investigadores da Kaspersky Lab revelam que este tipo de ameaça é uma tendência crescente. Na primeira metade de 2018, 41.2% dos computadores ICS foram atacados pelo menos uma vez, um aumento dos valores registados em 2017, de 36.61% na primeira metade de ano e 37.75% na segunda.

No topo dos países que mais ataques sofreram nos primeiros seis meses de 2018 encontram-se o Vietname, com 75.1% dos seus computadores ICS vítimas de ataques, a Argélia, com 71.6%, e Marrocos, com 65%. Pelo contrário, a Dinamarca com 14% de computadores industriais atacados, a Irlanda com 14.4% e a Suíça com 15.9% ocupam o top dos países mais seguros para instalações industriais. Economias em desenvolvimento são as maiores vítimas de ataques a computadores ICS e economias desenvolvidas são as que mais segurança oferecem a estes sistemas.

O maior número de ameaças tem origem na internet, há vários anos que a maior fonte de infeções de malware dos ICS: 27% das ameaças surge por este meio, enquanto dispositivos de armazenamento móveis (como pens USB) ocupa o segundo lugar com 8.4%. Emails de clientes ocupam o terceiro lugar em termos de volume, sendo responsáveis por 3.8% das ameaças.

“A percentagem de ciberataques a computadores ICS é uma preocupação. O nosso conselho é prestar muita atenção à segurança dos sistemas desde que são integrados, quando os seus elementos se conectam pela primeira vez à internet. Negligenciar as soluções de segurança nesta fase tão crucial pode originar consequências graves”, aconselha Kirill Kruglov, investigador de segurança na Kaspersky Lab.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.