Banco italiano sofre data leak envolvendo três milhões de clientes

O UniCredit, banco e prestador de serviços financeiros Italiano, detetou uma falha de segurança relativa a um ficheiro, criado em 2015, que contém dados de três milhões de clientes

Banco italiano sofre data leak envolvendo três milhões de clientes

O banco UniCredit revelou que a sua equipa de cibersegurança detetou uma falha de segurança relativa a um ficheiro criado em 2015 que contém aproximadamente três milhões de registos, todos referentes a clientes italianos, mas garante que não foram comprometidos nenhuns detalhes bancários que permitam acesso às contas.

O banco acrescentou que lançou imediatamente uma investigação interna e informou todas as autoridades relevantes, incluindo a polícia.

“Desde 2016, a UniCredit veio a investir 2,4 milhões na atualização e reforço dos seus sistemas de IT e cibersegurança”, comunicou o banco.

Esta não é a primeira falha de ciberseguranço da UniCredit: em julho de 2017, o banco partilhou as suas suspeitas de que dois ataques separados, em finais de 2016, tinham obtido acesso a dados dos clientes, afetando 400 mil clientes italianos.

Os ataques foram levados a cabo através de um parceiro comercial externo que o banco não identificou.

No dia em que último ataque foi revelado, os stocks da UniCredit caíram 0.3%.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 22 novembro 2019

IT INSIGHT Nº 22 novembro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.