UE atribui até 1,2 mil milhões de euros em apoio para computação em cloud

A Comissão Europeia aprovou uma ajuda estatal de até 1,2 mil milhões de euros para um projeto europeu de computação em cloud

UE atribui até 1,2 mil milhões de euros em apoio para computação em cloud

A Comissão Europeia aprovou a alocação de até 1,2 mil milhões de euros de ajuda estatal para um projeto europeu de computação em cloud, procurando aumentar o envolvimento das empresas da UE numa área atualmente dominada pelos Estados Unidos.

O Projeto Importante de Interesse Comum Europeu (IPCEI) em questão designa-se IPCEI Next Generation Cloud Infrastructure and Services (IPCEI CIS) e contou com o apoio de sete estados-membros – França, Alemanha, Hungria, Itália, Holanda, Polónia e Espanha.

Os sete países fornecerão até 1,2 mil milhões de euros em financiamento público, o que, de acordo com a Comissão Europeia, deverá desbloquear 1,4 mil milhões de euros em investimentos privados.

Didier Reynders, o comissário da UE responsável pela política de concorrência, afirma que este projeto IPCEI, numa fase inicial, criaria cerca de mil empregos diretos e indiretos para cientistas de dados ou especialistas em Inteligência Artificial (IA), com mais 5 mil empregos posteriormente.

“A nossa avaliação também mostrou que os projetos são verdadeiramente inovadores para garantir que o dinheiro público seja usado para tornar a nossa economia inovadora e eficiente”, acrescenta Reynders.

Se o projeto europeu tiver um grande sucesso e gerar receitas extras, as empresas terão de devolver parte da ajuda estatal. Espera-se que os primeiros resultados estejam disponíveis no final de 2027.

Concebidos para aliar a investigação, as finanças e as empresas, os IPCEI da UE visam impulsionar o crescimento económico e a competitividade do espaço europeu, assim como fomentar as suas transições ecológica e digital. Desde 2018, a Comissão Europeia já aprovou seis IPCEI relacionados com baterias, hidrogénio, microeletrónica e tecnologias de comunicação.

O projeto europeu de tecnologia em cloud conta com a participação de 19 empresas, incluindo as francesas Atos e Orange, a Deutsche Telekom e a alemã SAP, a Telecom Italia e a Telefonica Espana.

Os três maiores players na computação em cloud são as norte-americanas Amazon, a Microsoft e a Google.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.