Branded Content

Projetos de transformação digital ao serviço dos cidadãos

Um recente exemplo é o projeto “MUV na Palma da Mão”, implementado e desenvolvido em parceria entre o Município de Viseu e a Softinsa

Projetos de transformação digital ao serviço dos cidadãos

A transformação digital alavancou o desenvolvimento e a implementação de poderosas ferramentas para a operacionalização dos desafios sociais e organizacionais. Em qualquer programa estratégico, a digitalização enquadra um dos vetores basilares de operacionalização, não somente enquanto investimento na modernização de processos, mas sobretudo como veículo condutor para a concretização dos objetivos a atingir.

Num ambiente em constante mutação, torna-se cada vez mais complexa a manutenção ou adoção de modelos de negócio resilientes e proveitosos. Da mesma forma que na ótica de entrega de produtos e serviços a complexidade é incrementada pelos constantes ajustes e adaptabilidade às necessidades do seu público-alvo.

No âmbito da Administração Pública, para além da necessidade de adaptação das ferramentas tecnológicas a eleger, é necessária uma forte aposta em parcerias estratégicas, dado que o financiamento é restrito e os beneficiários das soluções são os próprios cidadãos.

A agenda pública, independentemente da região e dimensão, é usualmente repleta de iniciativas prementes e urgentes, sempre com a missão de servir a população de uma forma útil e assertiva. Ainda que as diferentes realidades socioeconómicas ditem muitas das vezes o rumo das iniciativas, a estratégia digital tem um papel central em qualquer organismo público. O anúncio de medidas excecionais para impulsionar estas reformas, aliadas às mudanças necessárias impostas pela realidade pós-pandémica, potencia uma acentuada procura de soluções tecnologicamente inovadoras.

A tão aclamada “bazuca” pode finalmente dar seguimento às propostas inseridas nos planos de melhoria do Serviço Público à população.

Automatização de processos, centralização de informação e documentação, assim como plataformas digitais que agreguem diversos serviços e fornecedores, e que possibilitem a gestão e operacionalização dos mesmos, surgem como elevadas prioridades para que seja possível a entrega de valor constante no Serviço Público.

Como resposta a esta necessidade, a área de Consulting da Softinsa, uma subsidiária da IBM, reinventou o seu portfólio de serviços, numa ótica de suporte à implementação das estratégias dos seus clientes.

Um recente exemplo é o projeto “MUV na Palma da Mão”, implementado e desenvolvido em parceria entre o Município de Viseu e a Softinsa. Mais do que uma aplicação móvel que fornece informação agregada de todos os serviços de mobilidade existentes no município, a solução foi pensada e desenvolvida com o objetivo principal de se estabelecer como uma ferramenta de utilidade diária, tanto para quem se desloca no território, como para quem gere os serviços de mobilidade, como o MUV Bus, MUV Bike, MUV Park e Telebus.

O desenvolvimento orientado especificamente à necessidade de diferentes tipos de utilizador, resultou num interface interativo e multiplataforma (mobile e web), fornecendo aos utilizadores a capacidade de explorar o município com base nas diversas soluções de mobilidade disponibilizadas pela Autarquia.

Do mesmo modo, a abordagem agregadora de informação e serviços, proporcionou ao Município de Viseu a capacidade de gerir de forma integrada toda a plataforma operacional e até de desenvolver novas formas de mobilidade, como um serviço de transporte a pedido. Este foi especialmente desenhado para servir uma faixa da população localizada à margem da rede urbana de transportes e com necessidades de mobilidade até ao momento não satisfeitas.

O Telebus permitiu a extensão da rede urbana de transportes do Município, sendo possível solicitar reservas através da aplicação MUV e também possibilitou a extensão do serviço de apoio às Juntas de Freguesia, para auxílio da população mais sénior.

As parcerias que temos vindo a desenvolver com vários municípios portugueses, assentes num modelo de serviço de proximidade a partir dos nossos Centros de Inovação, têm resultado na adoção generalizada de uma estratégia de Cidades Inteligentes em que se desenvolvem soluções tecnológicas alinhadas com as reais necessidades dos cidadãos.

Contacte-nos para saber mais.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela SoftInsa

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 35 Janeiro 2022

IT INSIGHT Nº 35 Janeiro 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.