IA + BI: a “augmented analytics” em breve dará visibilidade para dados direcionados para as massas

O Machine Learning (ML) é uma aplicação da Inteligência Artificial (IA) que oferece aos sistemas a capacidade de aprender e melhorar automaticamente a partir da experiência sem serem explicitamente programados

IA + BI: a “augmented analytics” em breve dará visibilidade para dados direcionados para as massas

O ML tem duas implicações profundas e iminentes para indivíduos e empresas que usam aplicações de BI e análises.

1. O BI e a analítica estarão disponíveis para mais pessoas do que nunca: embora as tecnologias de BI e analítica tenham evoluído significativamente, passando de um modelo muito centrado em IT para um no qual os utilizadores finais podem fazer mais com dados por conta própria - a realidade é que o BI ainda é domínio de especialistas em IT e analistas de dados.

Alguns fornecedores “data discovery” afirmam que já oferecem “self-service para as massas", mas essa é uma afirmação dúbia. Hoje em dia um utilizador sem formação pode usar um dashboard criado por outra pessoa, fazer seleções para filtrar os dados, clicar duas vezes num gráfico para fazer uma busca detalhada e outras ações básicas. Para a grande maioria, essa é a definição de análise de self-service. Mas, para construir esse dashboard, alguém com conhecimentos especiais precisa de preparar todos os componentes, os KPI, as visualizações de dados e todos os feeds de dados. Isso requer extrair dados de várias fontes, agregá-los no nível certo e limpar os dados - e depois criar o próprio dashboard.

Agora, com IA, ML e tecnologias relacionadas, como reconhecimento de linguagem natural (pense em Alexa), os utilizadores casuais podem gerar uma visualização automaticamente com base no que o utilizador diz ou digita. Em vez de precisar entender como os dados estão estruturados, como encontrá- los e montá-los, o utilizador apenas fala ou digita: “mostre-me as vendas na Região A para este trimestre em comparação com o mesmo trimestre do ano passado, como um gráfico de barras”. E a resposta será apresentada.

2. O BI e as análises torná-lo-ão mais inteligente: o cérebro humano pode processar muita informação e estabelecer conexões lógicas entre tantas origens de dados. Até à chegada da inteligência de negócios alimentada por IA e ML, o BI consistia no utilizador fazer à ferramenta uma pergunta predefinida que a ferramenta responderia, como no exemplo acima.

Dois fatores convergiram no BI e análises modernos de hoje: quantidades inimagináveis de poder de computação a baixo custo e a capacidade do sistema de BI de descobrir insights automaticamente. Detalhando:

  • Uma máquina pode executar um número maior de cálculos mais rapidamente do que qualquer pessoa, multiplicando esse axioma pela quantidade infinita de poder de computação na cloud, é fácil ver por que o ML nos torna mais produtivos, a uma taxa simplesmente impossível para os seres humanos.
  • A máquina pode analisar grandes quantidades de dados e obter informações de forma inteligente a partir desses dados, apresentando- os ao utilizador. O sistema de BI pode descobrir relacionamentos críticos para os negócios nos dados e criar automaticamente visualizações e dashboards.

Na Infor, o Birst está a impulsionas a inovação com amplas patentes de tecnologia

O Birst já lançou as bases tecnológicas para BI e análises transformacionais. Já anunciámos anteriormente que a Birst garantiu duas patentes amplas para tecnologias que permitem a preparação, descoberta e visualização inteligentes de dados. Ambas as patentes têm automação no core. O Birst alavancou essas patentes para fornecer recursos que ajudam os utilizadores de negócio a trabalhar com dados e descobrir insights muito mais rapidamente e com menos esforço. As nossas soluções usam o ML para descobrir de maneira inteligente os relacionamentos críticos dos negócios nos dados, para criar automaticamente visualizações e dashboards. Em seguida, aplicamos algoritmos avançados para obter dados brutos e estruturá-los instantaneamente num conjunto organizado e consistente de métricas e atributos de negócios. E aí está: a base do insight orientado por dados para todos os utilizadores de negócio.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext para a Infor

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 22 novembro 2019

IT INSIGHT Nº 22 novembro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

+ NOTÍCIAS

Lançada nova versão do Commvault Activate

O futuro dos dados

A cadeia de impacto dos dados

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.