Cibercriminosos tentam ultrapassar restrições do OpenAI para utilizar ChatGPT na realização de ataques

De acordo com a Check Point, cibercriminosos russos estão a procurar maneiras de ultrapassar as restrições impostas pela OpenAI para que possam utilizar o ChatGPT na preparação dos seus ataques

Cibercriminosos tentam ultrapassar restrições do OpenAI para utilizar ChatGPT na realização de ataques

A Check Point Research (CPR) tem assistido a tentativas, por parte de cibercriminosos russos, de ultrapassar as restrições do OpenAI para utilizar as funcionalidades do ChatGPT para fins maliciosos.

Em fóruns de hacking, discutem-se temas como contornar endereços de IP e o controlo de número de telefone e de cartões bancários – passos necessários para utilizar o Chat GPT na Rússia. A CPR partilhou algumas das suas descobertas, onde também alerta pelo aumento do interesse por parte dos cibercriminosos no ChatGPT e das suas capacidades para escalar as suas atividades.

Não é extremamente difícil ultrapassar as restrições impostas a vários países pela OpenAI no acesso ao ChatGPT. Neste momento, estamos a ver cibercriminosos russos a discutir e a verificar como ultrapassar as barreiras geográficas impostas, para utilizar o ChatGPT para fins maliciosos. Acreditamos que estes cibercriminosos estão possivelmente a tentar testar e a implementar o ChatGPT na sua atividade diária. O interesse dos cibercriminosos pelo ChatGPT, tem vindo a aumentar, devido à sua tecnologia de IA, que torna a atividade muito menos dispendiosa”, comenta Sergey Shykevich, Threat Intelligence Group Manager na Check Point Software Technologies.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.