Inteligência Artificial como motor da sustentabilidade em 2023

Inteligência Artificial como motor da sustentabilidade em 2023

Atualmente, os líderes empresariais enfrentam pressões crescentes para uma maior transparência em torno da sustentabilidade por parte dos seus conselhos de administração, investidores, clientes e colaboradores

Dados recentes mostram que a sustentabilidade está a ganhar importância nas agendas das empresas - quase metade (48%) dos CEOs globais dizem que a sustentabilidade é uma das suas principais prioridades - mais 37% desde 2021. A recente Conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas, COP27, sublinhou a importância de passar dos compromissos à ação, reunindo líderes políticos e empresariais de todo o mundo para debater as alterações climáticas.

Em 2023, a expetativa é não só a definição de objetivos de sustentabilidade ambiciosos, mas também tornar essa ambição numa realidade. Ainda que apenas 23% dos CEOs digam que estão já a implementar estratégias de sustentabilidade em toda a sua organização e indiquem que a falta de dados credíveis está a dificultar a sua capacidade de agir. 

Assim, a resposta aos desafios da sustentabilidade pode exigir que as empresas façam investimentos substanciais em novos processos e tecnologias, como a IA, para colmatar a lacuna entre a estratégia e o seu impacto real, e já existem algumas formas de a IA acelerar os esforços de sustentabilidade em 2023.

Estabelecer uma fundação de dados ESG

Um novo estudo da IBM mostra que 61% dos líderes empresariais globais dizem que o seu negócio irá dar prioridade ou aumentar o investimento em objetivos ambientais, sociais e de governança (ESG) nos próximos 12 meses. Muitos líderes empresariais reconhecem que para atingir esses objetivos precisam de ter dados ESG significativos que ajudem a monitorizar o seu progresso. A boa notícia é que existe uma panóplia de dados ambientais disponíveis nas organizações que podem ser obtidos através da gestão das instalações, consumo de energia, manutenção de ativos, infraestrutura de TI e muito mais.

Simultaneamente, recolher e dar sentido a grandes volumes de dados que estão em diferentes silos numa empresa é uma tarefa enorme e muito desafiante, aliada à necessidade das organizações de serem capazes de reportar dados para uma variedade de partes interessadas e num cenário complexo de estruturas ESG.

Para responder a todas estas questões, as empresas terão de recorrer a tecnologias de automação para a recolha e consolidação de centenas de tipos de dados, a fim de fornecer de forma consistente informações transparentes, verificáveis, de cariz financeiro e relatórios sobre o seu progresso. 

A tecnologia de IA pode ajudar a gerir, analisar e operacionalizar os dados, fazendo com que as empresas consigam reportar os seus objetivos. As empresas poderão aceder aos dados ESG onde estes estão armazenados e transformá-los em informação preditiva que poderá ser utilizada para avaliar a evolução de padrões de referência de sustentabilidade, e para priorizar áreas de melhoria nos diferentes domínios. Este conhecimento será crucial não só para a elaboração de relatórios, mas também para a realização de ações orientadas para os dados, de modo a reduzir o impacto ambiental das operações empresariais diárias em áreas como a cadeia de valor, os ativos físicos, as diversas instalações, os centros de dados e muito mais. 

Criar cadeias de valor mais responsáveis

As empresas precisam de visibilidade total sobre a sua cadeia de valor para conseguirem atingir os seus objetivos de sustentabilidade e cumprirem os requisitos regulamentares emergentes relacionados com ESG. A capacidade de rastrear os produtos até à sua fonte é essencial para assegurar que foram produzidos de uma forma ética e sustentável, e os consumidores esperam cada vez mais obter total transparência desde o primeiro até ao último quilómetro da cadeia de abastecimento.  Conhecer a pegada de carbono é também fundamental, uma vez que as emissões de âmbito 3 podem representar até 90% das emissões globais de gases com efeito de estufa. 53% dos líderes empresariais globais inquiridos pela IBM planeiam investir em soluções que ajudem a tornar a cadeia de valor mais sustentável e circular.

Ao aplicar a tecnologia de IA, as empresas podem estabelecer cadeias de valor mais transparentes, rastreáveis e descarbonizadas. A IA e a automação podem ajudar os CSCOs e as suas equipas a recolher dados, identificar riscos, validar documentação e fornecer pistas para auditoria, mesmo em períodos de inflação elevada, ao mesmo tempo que gerem o seu consumo de carbono, resíduos, energia, água, e os diferentes materiais. Isto pode ajudar as empresas a reduzir o desperdício e o tempo necessário para rastrear a proveniência do produto de dias para segundos.

Gerir o impacto das mudanças climáticas

Os líderes empresariais não podem ignorar os riscos crescentes que advêm das alterações climáticas. As condições meteorológicas extremas, o fracasso da ação climática e os danos ambientais provocados pelo Homem são os três riscos mais prováveis para as empresas nos próximos dez anos, de acordo com o relatório de riscos globais do Fórum Económico Mundial de 2021.

Em 2023, as empresas procurarão cada vez mais aproveitar os dados climáticos e meteorológicos para enfrentar os riscos climáticos - e a IA será chave.

A tecnologia de IA pode desempenhar um papel crítico na ajuda às empresas para combater os efeitos das alterações climáticas. Ao combinar a IA com dados meteorológicos, climáticos e operacionais, torna-se mais fácil correlacionar e gerir os riscos climáticos que afetam as operações de negócio, e as empresas ficam mais bem posicionadas no progresso dos seus objetivos ESG. A título de exemplo, dados meteorológicos e climáticos consistentes analisados pela IA permitem que as empresas detalhem questões específicas, bem como consigam estruturas de reporting mais detalhadas como a identificação de que regiões, edifícios ou ativos podem estar a contribuir com uma quantidade desproporcionada de emissões de carbono para dar prioridade aos esforços de melhoria globais.

O impacto e a urgência das alterações climáticas e ESG estão presentes no mundo empresarial com um enfoque na responsabilização e na ação. Olhando para 2023, a IA pode ser um motor da sustentabilidade, ajudando as empresas a agir agora para endereçar algumas das questões mais urgentes e construir um futuro mais sustentável. 

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.