Transição para o modelo de consumo da cloud é “movimento massivo”, diz a IDC

Receitas combinadas de cloud pública e privada totalizarão mais de 500 mil milhões de dólares em 2021.

Transição para o modelo de consumo da cloud é “movimento massivo”, diz a IDC

As oportunidades da cloud estendem-se para lá da cloud pública, alerta da IDC. Esta, diz, representa menos de metade de todos os gastos relacionados com cloud à data de hoje, onde se incluem clouds privadas e híbridas, bem como serviços geridos de cloud, serviços profissionais associados à cloud e hardware e software de infraestrutura para a construção de clouds.

Em 2021, as receitas globais da cloud como um todo (pública, privada e híbrida) vão superar os 554 mil milhões de dólares em 2021, mais do dobro de 2016, revela a consultora num relatório (Worldwide Whole Cloud Forecast) que avaliou um período compreendido entre 2017 e 2021

“A conclusão mais óbvia deste forecast é a de que a mudança para o modelo de consumo da cloud — em todas as suas forças — é um movimento massivo, e continuará a sê-lo durante o período analisado”, diz Frank Gens, senior vice president e chief analyst da IDC. “Igualmente importante, porém, é a constante inovação tecnológica que advém dos grandes fornecedores de cloud pública, tornando virtualmente impossível que empresas e developers à procura de vantagem competitiva através do IT não abracem a cloud pública”.  

Nos últimos anos assistimos à chegada contínua de novos e inovadores serviços, introduzidos pela maior parte dos fornecedores de cloud pública, incluindo serviços de blockchain, serviços de back-end para dados de IoT, serviços de cifra, serviços de serverless computing e mesmo novos serviços de hardware computacional. A IDC espera que o ritmo da inovação nas clouds públicas continue a acelerar. Do mesmo modo, a IDC antevê uma expansão dos workloads empresariais na cloud à medida que os cloud providers e os seus Parceiros se centram em novos cenários de deployment para estes workloads. Apesar dos receios relacionados com a segurança e com vendor e tecnologia lock-in, bem como interoperabilidade, a IDC acredita que o cloud computing continuará a dominar e a transformar a computação empresarial nos anos que se avizinham.

São assim três as principais conclusões do novo forecast da IDC. A primeira aponta para a supremacia da cloud pública: em 2016 tinha um peso de 41% em todos os gastos relacionados com a cloud e em 2021 este valor deverá aumentar para 48%. Se a isto juntarmos os gastos com hardware e software relacionados com serviços de cloud pública, bem como serviços geridos e profissionais em torno da cloud, o peso sobre para 68%

Os gastos com serviços geridos e profissionais de suporte para ambientes de cloud pública e híbrida são a segunda maior oportunidade em todo o mercado cloud, representando 31% de todos os gastos com cloud.  

Por último, a infraestrutura os grandes fornecedores de cloud dominará. Segundo a IDC, os data center de hiperescala, operados por estes fornecedores, estão a alterar profundamente o mercado de hardware e software de infraestrutura.  Em 2021, os grandes fornecedores de cloud vão representar 76% dos gastos com infraestrutura cloud.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 12 Março 2018

IT INSIGHT Nº 12 Março 2018

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!