Nestlé e Nova SBE desafiam startups para projetos “Fora da Casca”

A Nestlé Portugal e a Nova School of Business and Economics são parcerias no Programa de Inovação e Empreendedorismo Nestlé Fora da Casca. A iniciativa vai desafiar startups e empreendedores a desenvolver e implementar projetos em áreas como a Nutrição, a Saúde e o Bem-Estar

Nestlé e Nova SBE desafiam startups para projetos “Fora da Casca”

O Programa Nestlé Fora da Casca visa identificar e selecionar startups e empreendedores que queiram crescer através da exploração de sinergias e criar novos caminhos e futuros negócios com a Nestlé, num ambiente real, contando, para o desenvolvimento dos seus projetos, com um espaço de cowork, mentoria e formação.

Luís Ferreira Pinto, responsável da Nestlé Portugal pelo Programa, reforça a singularidade deste projeto “não só por assentar num formato e numa parceria inédita entre uma empresa e uma instituição de ensino, mas também pelas áreas que visa desenvolver e que vão aportar valor às famílias portuguesas ao nível da sua saúde e bem-estar. É, literalmente, um projeto ‘fora da casca’”.

Para se candidatarem ao Nestlé Fora da Casca, as startups e empreendedores têm que apresentar um projeto que responda a um ou mais de cinco desafios: i) Família - Como melhorar até 2020 a qualidade de vida, nutrição, saúde e bem-estar das famílias contribuindo para aumentar em 30% o número de anos de vida saudável? ii) Para além do produto - Como proporcionar ou oferecer serviços personalizados de Nutrição, Saúde e Bem-Estar a cada família portuguesa? iii) Consumo - Como eliminar o “sofrimento” de ir às compras através de novos modelos ‘direct to consumer’ e novas experiências nos pontos de venda? iv) Eficiência - Como otimizar em cerca de 50% a duração dos processos ou melhorar a sua eficiência, de forma compliant?; v) Dados - Como tornar mais útil e gerar valor a partir de uma das maiores Base de Dados de Mães e Crianças portuguesas?.
 
“O Programa Nestlé Fora da Casca serve o propósito de apoiar a inovação na Nestlé, bem como de contribuir como link e catalisador entre startups, empreendedores e projetos que queiram aproveitar o potencial da Nestlé para desenvolver o seu negócio”, refere o Prof. Miguel Muñoz Duarte, responsável da Nova SBE pelo Programa.

Para a Nova SBE, a pareceria para um projeto de empreendedorismo vai ao encontro da aposta que a instituição tem realizado nos últimos anos em ajudar empresas, em diferentes setores, a tornarem-se mais inovadoras, promovendo também a proximidade dos seus alunos ao ecossistema empreendedor. A decorrer até 30 de abril de 2018, num original espaço de cowork – uma box de inovação – implantada na sede da Nestlé Portugal, S.A, o Nestlé Fora da Casca compreende três fases: candidaturas - 17 setembro a 15 de outubro; seleção - 30 de outubro a 10 de novembro; e Codesenvolvimento – a partir de novembro; durante as quais serão realizadas um conjunto de atividades que visam identificar três projetos vencedores.

O Programa arrancará com cerca de 30 projetos pré-selecionados, dos quais sairão 10 para uma segunda fase, que se prolongará por 24 semanas de trabalho acompanhado pelas entidades promotoras. Caberá ao júri, constituído por elementos do Comité de Direção da Nestlé Portugal, S.A. e da equipa da Nova SBE Venture Lab, eleger os três Vencedores do Programa que obterão um financiamento específico (10 mil, 5 mil e 2.500 euros, respetivamente) para o codesenvolvimento de testes piloto e a sua implementação e integração.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 9 Outubro 2017

IT INSIGHT Nº 9 Outubro 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!