Atos lança simulador quântico

O atos Quantum Learning Machine (Atos QLM), é alimentado por um supercomputador ultracompacto associado a uma linguagem de programação universal e consegue simular até 40 bits quânticos

Atos lança simulador quântico

O novo sistema está disponível em 5 configurações diferentes (de 30 a 40 Qubits) para responder às diferentes necessidades das empresas. O Atos QLM permite que os investigadores, os estudantes e os engenheiros desenvolvam e testem desde já as aplicações e os algoritmos quânticos dos computadores do futuro. Esta máquina, concebida pelo laboratório Atos Quantum (o primeiro e o mais relevante programa quântico da indústria a ser lançado na Europa - novembro de 2016) já desenvolveu várias inovações de topo extremamente importantes e na esteira das quais foram registadas inúmeras patentes.

Durante o anúncio do Atos Quantum Learning Machine, Thierry Breton, presidente e CEO da Atos, afirmou: "ao disponibilizar comercialmente o simulador quântico mais poderoso do mundo, a Atos reafirma quer a sua ambição de ser líder da indústria na Europa, quer o seu compromisso de apoiar os clientes no que irá ser seguramente o próximo paradigma da disrupção digital. A física quântica irá provocar mudanças profundas, especialmente na área da cibersegurança - uma das principais prioridades estratégicas das empresas nos nossos dias. A Atos já estamos a trabalhar numa resposta aos fortes impactos que a computação quântica irá ter neste contexto. As equipas do nosso laboratório Atos Quantum têm vindo a efetuar progressos notáveis - que são validados por um Conselho Científico, que é internacionalmente reconhecido, para oferecer hoje aos cientistas e aos engenheiros de todo o mundo um ambiente de simulação que lhes permitirá desenvolverem desde já algoritmos quânticos e preparam-se para os novos desenvolvimentos emergentes no nosso setor”.

A capacidade de cálculo oferecida pela computação quântica inclui a fatorização quase instantânea dos números primos (algoritmo de Shor), vulnerabilizando a maioria dos atuais algoritmos de encriptação assimétrica (como o RSA) que estão atualmente na base de todos os sistemas de segurança da internet e de todos os sistemas bancários.

Por este motivo, a Atos já está a trabalhar para implementar algoritmos de segurança ‘quantum safe’, cujo nível de complexidade permitirá proteger os dados de qualquer tentativa de desencriptação ilegal, inclusive se originada por um computador quântico.

As equipas que trabalham no laboratório Atos Quantum desenvolveram uma linguagem universal totalmente quântica: a aQasm pode ser executada desde já num simulador quântico e também em aceleradores quânticos, ou em computadores quânticos físicos, tão logo estes estejam disponíveis; parametrizável: a aQasm oferece a possibilidade de programar portas quânticas (uma analogia com as portas booleanas da computação clássica) e permite misturá-las com outras portas quânticas já existentes, disponibilizando assim extensões mais completas; e standardizada: a aQasm é a linguagem comum a todos os novos desenvolvimentos do Grupo Atos na área da computação quântica, garantindo a interoperabilidade ao longo do tempo e facilitando a transição para a computação quântica.

“Há um grande entusiasmo em torno das novas tecnologias como a computação quântica, apesar de ainda haver muito a fazer para ajudar os utilizadores a aprenderem a programar e a utilizar os computadores quânticos. Ao disponibilizar o acesso ao seu QLM às universidades, aos centros de investigação e às grandes e pequenas empresas de todo o mundo, a Atos está a permitir que estas organizações experimentem a computação quântica e assim se preparem para esta revolução latente no mundo da informática. Com este anúncio a Atos oferece um acelerador de mercado que permite aprender a dominar a computação quântica”, comenta Earl Joseph, CEO da Hyperion Research .

Nos próximos anos, estima-se que a computação quântica seja capaz de responder à explosão dos dados provocada pelo Big Data e pela IoT. Graças à sua capacidade de acelerar a computação orientada, e em especial ao supercomputador de classe exascala Bull Sequana, espera-se que a computação quântica encorage avanços a nível do deep learning, dos algoritmos e da inteligência artificial em domínios tão variados como novos materiais e produtos farmacêuticos. A Atos irá estabelecer várias alianças com centros de investigação e universidades de todo o mundo para prosseguir o seu trabalho nestas áreas.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 8 Julho 2017

IT INSIGHT Nº 8 Julho 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!