Openlimits e Microsoft levam a Indústria 4.0 até Viseu

Cerca de 86% das empresas portuguesas esperam atingir elevados níveis de digitalização até 2020. É com base nesta percentagem que a Openlimits e a Microsoft estão a preparar a conferência “A 4ª Revolução Industrial e a Empresa Moderna”, no próximo dia 28 de março, onde estará em destaque a agilidade, flexibilidade, e rapidez que as empresas necessitam para enfrentarem os desafios da transformação digital

Openlimits e Microsoft levam a Indústria 4.0 até Viseu

No dia 28 de março, o Montebelo Hotels & Resorts, em Viseu, será palco da conferência “A 4ª Revolução Industrial e a Empresa Moderna”, evento organizado pela Openlimits e pela Microsoft. Neste dia será discutido o perfil da empresa moderna, de que maneira a tecnologia de gestão de produção representa uma vantagem competitiva para as indústrias em Portugal.

De acordo com a PwC, a Indústria 4.0 relaciona-se com a “total digitalização dos ativos físicos e a sua integração em ecossistemas digitais com os vários fornecedores da cadeia de valor”. Desta revolução, fazem parte tecnologias como os dispositivos móveis, plataformas de IoT, tecnologias de localização geográfica, interfaces avançadas de interação humana, autenticação e deteção de fraudes, impressão 3D, sensores inteligentes, análise Big Data e algoritmos avançados, interação em várias plataformas e análise de perfis de clientes, realidade aumentada e wearables ou o cloud computing.

Segundo o estudo da Cisco e do International Institute of Management Development, “Digital Vortex: How Digital Disruption is Redefining Industries”, 40% das empresas irá desaparecer até 2020 devido à incapacidade de se adaptarem à transformação digital. O mesmo estudo conclui que os diretores das empresas esperam uma mudança substancial como consequência da transformação digital nos próximos cinco anos, incluindo movimentos na quota de mercado.

A capacidade das empresas portuguesas se adaptarem a esta nova revolução industrial é crucial, sendo que, segundo o Global Risk Report 2017, apresentado no Fórum Económico Mundial, um dos maiores desafios, para as empresas portuguesas, relaciona-se com o investimento na formação de recursos humanos.

“Precisamos de estimular e promover um novo paradigma de liderança que não se limite apenas a reconhecer a importância da Transformação Digital, mas que a assuma como fator essencial e urgente da estratégia de crescimento e diferenciação, fazendo dela uma prioridade absoluta nos planos estratégicos de investimento e inovação”, afirma Alexandre Pinho, diretor da área de grandes empresas e serviços da Microsoft Portugal.

Estes e outros assuntos serão debatidos no evento do próximo dia 28 de março, que dará especial destaque a soluções que capacitam as empresas para lidar com a nova revolução digital, como o Office 365, Microsoft Dynamics CRM, Microsoft Azure, Flow Manufacturing, Openlimits SkySafe e o Openlimits Uplift.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 6 Março 2017

IT INSIGHT Nº 6 Março 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!