Noesis na linha da frente do desenvolvimento rápido de aplicações

A Noesis marcou presença no NextStep, conferência anual da OutSystems, enquanto platinum sponsor. A tecnológica portuguesa, Parceiro do Ano 2016, demonstrou porque está na linha da frente do desenvolvimento rápido de aplicações empresariais, indispensáveis para acelerar os negócios.

Noesis na linha da frente do desenvolvimento rápido de aplicações

O NextStep, conferência anual da OutSystems, com datas marcadas para Portugal, Holanda e EUA, apresenta-se como o evento Nº 1 para a transformação digital e desenvolvimento low-code. O primeiro encontro teve lugar no dia 19, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e juntou milhares de developers, CIOs e CEOs de diferentes nacionalidades e indústrias, com o objetivo de explicar porque é que o rápido desenvolvimento de aplicações empresariais é hoje determinante para uma verdadeira  transformação digital..

A Noesis, platinum sponsor do NextStep, levou o mote “Start Smart. Finish Fast”, posicionando-se como o parceiro tecnológico da OutSystems na linha da frente do desenvolvimento de aplicações empresariais. A empresa, pioneira em Portugal na utilização da plataforma low code da OutSystems, tem uma área de negócio exclusivamente dedicada à mesma: a área de Agile Solutions. “Há cerca de 15 anos percebemos que necessitávamos de uma metodologia que nos permitisse não só entregar mais rapidamente as aplicações mas também obter um resultado final que fosse ao encontro do que o cliente solicitava. As metodologias Ágeis e a plataforma OutSystems têm-nos permitido entregar mais valor ao cliente, e entregar aplicações numa janela temporal que vai de três semanas a dois/três meses”, explicou-nos Nuno Pacheco, diretor da área de Agile Solutions na Noesis.


Nuno Pacheco, diretor da área de Agile Solutions na Noesis.

A rapidez é hoje um factor de sucesso, não apenas na velocidade do desenvolvimento e entrega das aplicações, mas também no desempenho das mesmas. O paradigma mudou: "Hoje consumimos informação em pequenas doses e utilizamos as aplicações de forma muito rápida e intuitiva. Se a aplicação não for rápida, as pessoas não a utilizam".  Igualmente importante é a temática relacionada com a experiência do utilizador, o que leva a Noesis a procurar mecanismos que assegurem a máxima adoção das aplicações que desenvolve para os seus clientes. Coisas como medir o número de frames por segundo que a aplicação demora a responder, "para não ser cansativa ao olho humano", é uma prática comum do processo de desenvolvimento. “A componente de user experience, conjugada com um bom user interface, é hoje fundamental”, realçou.

À IT Insight, Nuno Pacheco afirma ainda que as empresas estão a recorrer cada vez mais às aplicações "para expor o negócio ao consumidor final", nomeadamente aplicações para "interação com o negócio", que permitam alavancar a eficiência dos seus processos e assim aumentar a competitividade.  Um bom exemplo são as aplicações de loyalty cards, cada vez mais solicitadas - "Está muito relacionado com a forma como a empresa chega ao cliente, de modo a garantir a sua satisfação e fidelização. As empresas procuram-nos para acrescentar mais valor ao negócio através dessas aplicações".  

Na edição de outubro a IT Insight publica uma reportagem alargada sobre a participação da Noesis no OutSystems NextStep.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 11 Dezembro 2017

IT INSIGHT Nº 11 Dezembro 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!