E-commerce: portugueses mais influenciados pelo online

De acordo com a consultora Deloitte, os consumidores portugueses são fortemente influenciados pelos canais digitais durante a sua jornada de compra. No entanto, a maioria ainda opta por se deslocar às lojas físicas para efetuar a compra

E-commerce: portugueses mais influenciados pelo online

A web, e em particular os motores de busca, continuam a ser as fontes de informação mais utilizadas pelos portugueses para procurar ideias, obter conselhos e comparar preços para a maioria dos presentes de Natal. No entanto, quando chega a altura de adquirir os produtos, a maioria dos consumidores mantém-se fiel às lojas físicas. Apesar das suas potencialidades e vantagens, o e-commerce ainda não é a escolha número um dos portugueses para fazer compras.

O estudo de Natal da Deloitte verificou que 75% dos inquiridos preferem fazer as suas compras nas lojas físicas, enquanto apenas 29% referem recorrer ao online. A loja física continua a ser o canal de compra mais utilizado em todos os países europeus.

Quando um produto não está disponível na loja, a alternativa identificada pelos inquiridos será procurar noutra loja da mesma cadeia ou solicitar a ajuda de um funcionário na loja (40% em Portugal e 34% na média europeia), ou ainda procurar numa loja de outra cadeia (31% em Portugal e 30% na média europeia). Já quando um produto não está disponível na loja online, a tendência será procurar em lojas físicas. Apenas 22% dos portugueses inquiridos afirmam procurar noutra loja online.

O online tem tido uma importância crescente nos hábitos de consumo dos portugueses e acreditamos que a tendência se manterá nos próximos anos, resultado da maior convergência entre lojas físicas e online, mas também da ascensão dos mercados de consumo das gerações de nativos digitais. Para já, a segurança e a rapidez na aquisição de produtos levam a que as lojas físicas continuem a reunir as preferências dos consumidores na altura de comprar”, destaca Pedro Miguel Silva, associate partner de consultoria da Deloitte.

Relativamente aos canais digitais, e de acordo com a Deloitte, as lojas online de retalhistas tradicionais, com lojas físicas, mantêm-se como o local preferido em Portugal para pesquisar e comparar produtos, sobretudo vídeo jogos, música, material informático, dispositivos móveis, moda e livros. Para as restantes categorias, os motores de busca são a opção mais referida. Os fóruns e blogues são os canais que portugueses e europeus, em geral, menos utilizam nas suas pesquisas por categoria de presentes.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 6 Março 2017

IT INSIGHT Nº 6 Março 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!