HPE converge IT e OT em nova plataforma

No seu evento de referência, o Discover, em Las Vegas, que decorreu de 6 a 8 de junho, a HPE mostrou-se revleou uma nova arquitetura que aproxima o IT da IoT.

HPE converge IT e OT em nova plataforma

O objetivo da HPE é facilitar a forma como as empresas analisam os dados provenientes de dispositivos de Internet of Things, no edge da rede, possibilitando que o façam mais perto dos utilizadores finais, da forma mais rentável possível e em tempo real. Meg Whitman, CEO da Hewlett Packard Enterprise (HPE), disse mesmo que a tecnológica “é a empresa IT da IoT”.

O novo software, a Pataforma de Serviços Edgeline, está integrado na nova categoria de software da HPE: Software Defined OT.

Na prática, com esta nova arquitetura, os sistemas Edgeline x86 da HPE, bem como as funções OT, passam a ser passíveis de serem definidas por software. O software permite que a empresa e os seus parceiros possam construir e conetar aplicações, para adquirir e administrar dados de diferentes fontes.

Vale a pena recordar que, na definição da Gartner, a operational technology (OT) “é hardware e software que deteta e causa uma mudança através da monitorização direta e/ou controlo de dispositivos físicos, processos e acontecimentos dentro da empresa”.

Se tradicionalmente, o mundo do IT e da OT não se tocam, nos dias de hoje, com a Internet of Things, têm obrigatoriamente de convergir, dado que os dados oriundos de dispositivos de IoT são frequentemente recolhidos por sistema de OT. A plataforma é aberta e pode por isso ser alimentada por processadores Xeon da Intel, exectuando  Linux ou Windows.

 

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 10 Novembro 2017

IT INSIGHT Nº 10 Novembro 2017

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!